Páginas

sábado, 26 de março de 2016

PAPA FRANCISCO CONDENA TERRORISMO, GUERRAS E CORRUPÇÃO NA VIA SACRA


O papa Francisco condenou hoje (25), durante oração após a cerimônia da Via Sacra, o fundamentalismo, o terrorismo, as guerras e os corruptos. Ele também denunciou a destruição do meio ambiente, em detrimento das futuras gerações, e os mares que se tornaram “cemitérios insaciáveis”. No Coliseu de Roma, o papa rezou pelos idosos abandonados, pelas pessoas com deficiência e pelas crianças desnutridas.

Como sinal de esperança, Francisco citou as pessoas que sonham “com um coração de criança” e que trabalham para tornar o mundo um lugar melhor, mais humano e mais justo.

Ao longo da tarde desta sexta-feira, dezenas de milhares de pessoas entraram no Coliseu, depois de terem passado por fortes controles de segurança. O evento recria o caminho feito por Jesus, ao carregar a cruz desde o Pretório de Pilatos até o Monte Calvário.

Sentado em um trono vermelho, ao lado de uma grande cruz de metal, iluminada com tochas, o papa, de 79 anos, escutou um longo discurso escrito pelo cardeal italiano Gualtiero Bassetti, arcebispo de Perugia, no centro da Itália.

Dois sírios, um russo, um chinês e um centro-africano foram os escolhidos para transportar uma cruz de madeira pela histórica arena, onde morreram milhares de cristãos, durante o Império Romano.

Agência Brasil

Um comentário:

  1. Inspirado pelo Espirito Santo , O Papa Francisco condena terrorismo, guerras e corrupção. A nós cristão independentes qualquer religião faz nessário fortificar-nos com relação aos movimentos de PRESERVAÇÃO DA VIDA . Dados recentes mostram que no Brasil se mata mais que qualquer país do Mundo, são em média 150 vítimas da criminalidade por dia, veja o tentado de Bruxelas 31 vitimas fatais. Vivemos em GERRA, o pior disto é que somos todos passivos diante de tais brutalidades, refugiamos em casa e rezamos a Deus para nos protegermos e não fazemos nada para mudar o senário diários DAS PERDAS DE VIDA . Não vamos para as ruas protestar cobrar as autoridades, políticos, juristas, governos e de IGREJAS ações para mudar estes cenários. Ser cristão é ser atuante diante da realidade.

    ResponderExcluir