Páginas

sábado, 23 de julho de 2016

MAIS MÉDICOS FAZ REPOSIÇÃO DE 1.500 PROFISSIONAIS EM TODO PAÍS



Até o fim de agosto chegarão aproximadamente 1.500 profissionais para ocupar vagas em aberto do Programa Mais Médicos em todo o país. O anúncio foi feito, nesta sexta-feira (22), em Brasília (DF), pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante o encontro com médicos brasileiros formados no exterior e cubanos que vão atuar no Programa.

Desses, cerca de 600 já estão no país participando do acolhimento e regularizando a documentação antes de se deslocarem diretamente aos municípios de atuação. Entre os médicos que chegaram a Brasília, 300 são cubanos. A previsão é que mais 250 cheguem ainda nesta semana e outros voos no mês de agosto, totalizando 1.200 profissionais de Cuba.

Em reunião no dia 15 de julho, com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e representantes do governo de Cuba, o Ministério da Saúde prorrogou a permanência dos profissionais, que encerrariam as atividades em julho, para até novembro deste ano, garantindo a continuidade do atendimento à população nas cidades durante o período eleitoral e dos Jogos Olímpicos. 

As vagas desocupadas por médicos brasileiros e de outras nacionalidades selecionadas por edital são repostas por meio de chamadas trimestrais. No caso dos médicos cubanos, a substituição é feita diretamente pela Opas com o governo de Cuba. A continuidade da reposição foi um compromisso assumido desde o início da gestão do ministro da Saúde, Ricardo Barros, para atender o apelo dos gestores municipais para não deixar desassistida a população dos locais onde esses médicos atuavam.

NOVO EDITAL – O ministro da Saúde, Ricardo Barros, também anunciou a publicação de novo edital para seleção de médicos para reposição das vagas desocupadas desde o último processo de seleção, realizado em abril. Serão mais 502 vagas em 393 municípios. Com prioridade, os médicos brasileiros terão até o dia 27 de julho para se candidatar pelo endereço http://maismedicos.saude.gov.br/ a um dos postos de atuação.



Nenhum comentário:

Postar um comentário