Páginas

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

JUSTIÇA CONCEDE PRISÃO DOMICILIAR PARA EX-MINISTRO HENRIQUE ALVES

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte converteu em prisão domiciliar a prisão preventiva do ex-ministro Henrique Eduardo Alves, dentro da Operação Manus, que apura desvio de recursos na construção da Arena das Dunas, em Natal. Apesar disso, Alves continua detido por também ter mandado contra ele em outro processo.

Na mesma decisão, o juiz Eduardo Guimarães Farias manteve a prisão do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, que também é réu no caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário