Páginas

sexta-feira, 13 de abril de 2018

PM ACUSADO DE MATAR ADVOGADA A PAULADAS DENTRO DE MOTEL EM SANTO ANTÔNIO SABIA O QUE TAVA FAZENDO, DIZ NOVO LAUDO PSIQUIÁTRICO

Gleyson Alex de Araújo Galvão deveria estar preso desde 2013, mas aparece em fotos recentes tomando banho de piscina (Foto: Cedida)
O soldado da Polícia Militar Gleyson Alex de Araújo Galvão, acusado de matar a pauladas a advogada Vanessa Ricarda – crime ocorrido em fevereiro de 2013 dentro de um motel na cidade de Santo Antônio, distante 70 quilômetros de Natal – "era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato e de determinar-se de acordo com esse entendimento". É esta a conclusão do laudo de insanidade mental realizado pela perícia psiquiátrica do Hospital Naval de Natal, a pedido do Ministério Público Estadual.

“Havendo o laudo concluído que o acusado tinha conhecimento da ilicitude do ato que cometeu, e tinha condições de se portar conforme esse entendimento, não há nada a ser feito além de submetê-lo ao julgamento no Tribunal do Júri, onde faremos o possível para que ele seja finalmente condenado”, disse o advogado Emanuel de Holanda Grilo, representante da família da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário