Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2018

SANTO ANTÔNIO (RN): PRESIDENTE DA CÂMARA EMITE NOTA SOBRE BUSCA E APREENSÃO E AFIRMA QUE VEREADORES USAM JUSTIÇA COMO "INSTRUMENTO DE VINGANÇA" POR ELE NÃO CEDER A PRESSÃO DE PAGAR O 13º E TERÇO DE FÉRIAS

Foto/Joel Rei
O Presidente da Câmara Municipal de Santo Antônio, Gustavo Alves enviou ao Blog do Joel Rei uma nota Oficial na qual comenta sobre a medida judicial cumprida na sede do Poder Legislativo do município na tarde desta segunda-feira (16). Na busca e apreensão foram levados diversos documentos como processos licitatórios e uma Ata da eleição da Mesa Diretora para o segundo biênio, esta, realizada no mês  junho do ano passado, na qual Gustavo Alves foi reeleito para a presidência da Casa Legislativa.



Gustavo Alves  afirma ainda em nota que, a ação promovida pelo vereadores  é uma forma de retaliar o vereador presidente por não ceder a pressão de demitir funcionários comissionados e cortar gratificações de servidores da Casa para pagar 13º salário e terço de férias dos vereadores.  



VEJA A NOTA DE ESCLARECIMENTO:

Em respeito a busca e apreensão de documentos na Câmara; tratou de determinação judicial em razão de ação promovida pelos vereadores Paulo César, Nélio, Lucinha, Jardel e Menta, em retaliação a posição do vereador presidente em não ceder a pressão de demitir servidores comissionados e cortar gratificações para pagar o décimo terceiro salário dos vereadores, esse ação como várias outras propostas contra a presidência da Câmara foram propostas pelos mesmos vereadores que em reunião interna ainda acham pouco consumirem como salário 55% de toda a receita da Câmara Municipal, achando pouco receberem rigorosamente em dia R$ 4.600,00 como salário, e se prestam usar a justiça como instrumento de vingança.
Estou com a consciência tranquila e certeza de estar fazendo a coisa certa, toda a documentação solicitada já estava separada, foi entregue em CD com algumas folhas digitalizadas que saíram ilegíveis e toda a documentação que inclusive já havia sido especionada pelo TCE foi entre em pastas físicas devidamente organizada e na forma da lei.
GUSTAVO JOSÉ DE OLIVEIRA SOUZA
VEREADOR PRESIDENTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário