Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2018

SERRINHA, VÁRZEA E MAIS 9 MUNICÍPIOS PODERÃO FICAR SEM RECEBER O PROGRAMA CARRO-PIPA

Onze municípios do Rio Grande do Norte, com   risco de colapso hídrico, estão impedidos de receber operações do Governo Federal para fornecimento d´água. As razões são burocráticas: gestores não enviaram a documentação completa, exigida pelo Ministério da Integração, para ter o reconhecimento da situação de emergência, feito em março. A Defesa Civil do estado afirma que, mesmo que entrem em colapso, essas cidades não poderão receber a Operação Vertente, que abastece os locais em em situação de escassez de água com o uso de  carro-pipa.




Desde março, os  municípios de Espírito Santo, Ielmo Marinho, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Macaíba, Montanhas, Monte das Gameleiras, Serrinha, Pedro Velho e Várzea não estão reconhecidos pelo Governo Federal como em situação de emergência por  escassez hídrica. Todos estavam no decreto estadual nº  27764, da  renovação de situação de emergência por efeitos da seca, que precisa ser reconhecido pela União, o que ocorreu em junho. Os 11 municípios também  não estão entre as sete cidades atualmente em colapso.




Para fazer parte da renovação, cada cidade deve informar suma série de dados, como a quantidade de chuvas e reservatórios. Mas, para  coordenador da defesa Civil do Estado, Coronel Eliseu Dantas, houve negligência por parte dos gestores.


Por: Tribuna do Norte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário