Páginas

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

CHUVAS NÃO ABASTECEM RESERVATÓRIOS DO RN; CONFIRA RELATÓRIO

As chuvas que caíram nos últimos dias no Rio Grande do Norte foram suficientes apenas para manter o nível dos principais reservatórios do Estado. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) nesta terça-feira (29), as reservas hídricas acumulam 21,32% da capacidade total.
Em números absolutos, os 47 reservatórios monitorados pelo Igarn podem acumular 4,411 bilhões de metros cúbicos. No entanto, atualmente, só estão com 940,796 milhões de metros cúbicos. O número representa uma queda de 0,45% em relação ao balançõ divulgado no dia 4 de janeiro deste ano.
Nos dados desta terça (29), a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório potiguar, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente está com 484,475 milhões de m³, ou 20,19% de sua capacidade total de acumulo de água.



Já a barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 600 milhões de metros cúbicos, está com 132.484 milhões de m³, correspondentes a 22,09% do total de armazenamento do reservatório.
O açude Umari, em Upanema, com capacidade para 292 milhões de m³, está acumulando 100.155 milhões de m³, correspondentes a 34,20% do total de água que o reservatório pode acumular.
Segundo o Igarn, com as chuvas, alguns reservatórios mantivessem seus níveis próximos dos apresentados no início do ano, alguns com acréscimo de volume, porém o panorama geral se manteve com redução nos volumes totais das bacias hidrográficas. Os mananciais que mais receberam água foram: Marcelino Vieira, que no último dia 7 de janeiro estava com 49,08% da sua capacidade e agora está com 56,64%; Encanto, que estava com 65,88% e agora está com 78,83% e Beldroega, que estava com 47,14% e agora está com 51,76%.
No volume morto
Entre os açudes em volume morto estão: Pilões, com 2,35% da sua capacidade; Malhada Vermelha, com 10,22% do seu total de acúmulo; Rio da Pedra, com 17,26% da sua capacidade; Itans, com 1,70%; Zangalheiras, com 0,95%; Esguicho, com 0,10% e Bonito II, com 1,87% da sua capacidade total.
Reservatórios secos
Os reservatórios secos atualmente são: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Cruzeta, no município de Cruzeta; Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari; Dourado, em Currais Novos; Santa Cruz do Trairi e Inharé, ambos em Santa Cruz; Trairi, em Tangará; e Japi II, em São José do Campestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário