Páginas

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

JORNALISTA RICARDO BOECHAT MORRE EM QUEDA DE HELICÓPTERO EM SÃO PAULO

O jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, morreu na queda de helicóptero na manhã desta segunda-feira (11), em São Paulo. A aeronave caiu no quilômetro 7 da Rodovia Anhanguera, por volta das 12h14.
A informação foi confirmada pela TV Bandeirantes. Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM, além de ser colunista da revista IstoÉ. Ele é ganhador de três prêmios Esso.
Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio. O motorista do caminhão foi socorrido pela concessionária.


Os bombeiros informaram, ainda, que 11 viaturas foram deslocadas para o local para o resgate. O modelo da aeronave que caiu era um BELL PT HPG.

Importante nome do jornalismo brasileiro, Boechat iniciou sua carreira em 1970, no extinto Diário de Notícias do Rio de Janeiro.
Pai de seis filhos, ele tem passagem por grandes jornais como “O Estado de S.Paulo”, “O Dia” e “Jornal do Brasil”.
No fim dos anos 80, ganhou seu primeiro Prêmio Esso de Reportagem, pela Agência Estado. Recentemente o jornalista revelou que venceu a premiação por uma reportagem que denunciava corrupção na Petrobras.
Em 1992, ganhou o segundo prêmio na categoria Informação Política e, em 2001, foi vencedor pela terceira vez na categoria Informação Econômica.
No Grupo Bandeirantes, Boechat entrou como diretor de Jornalismo no Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2006, mudou-se para São Paulo, para ancorar o “Jornal da Band”, principal noticiário da emissora.
Ele desempenhava a mesma função no programa diário na rádio BandNews FM, transmitido para todo o Brasil. Assinava ainda uma coluna semanal na revista IstoÉ (SP), com a colaboração de Ronaldo Herdy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário