Páginas

domingo, 21 de abril de 2019

IMPORTAÇÃO DE MACONHA MEDICINAL CRESCE NO BRASIL E ATRAI INVESTIDORES

O recente crescimento do mercado de maconha medicinal no Brasil colocou o país no radar de investidores estrangeiros. Bateu em 70% o avanço das autorizações dadas pela Anvisa para importar o produto em 2018, na comparação com 2017.
No ano passado, foram 2.371 novos pedidos e 1.242 revalidações solicitadas. Só no primeiro trimestre, a agência permitiu que 885 brasileiros passassem a importar canabidiol. A autorização precisa ser refeita anualmente.
Na última semana, o mercado brasileiro chegou a ser citado no Marijuana Business Daily, publicação seguida de perto por investidores.


O número de renovações de licença é mais baixo do que os pedidos de liberações: foram 429 de janeiro a março de 2019. Para Caio Abreu, diretor da Entourage, empresa do setor, o alto custo do tratamento com maconha medicinal é um dos motivos para a baixa renovação.
Com a dificuldade de bancar o tratamento, parte significativa dos pacientes usa doses mais baixas do que deveriam para estender a duração dos frascos de canabidiol. Há também quem acabe obtendo a medicação por vias ilegais, afirma Abreu.
Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário