Páginas

sábado, 20 de abril de 2019

PRIMEIRA ESCOLA INDÍGENA DO RN ESTÁ PRATICAMENTE PRONTA


O sonho de Damiana Barbosa (29) e Francisca Samara (22) de voltar a estudar está bem perto de se tornar realidade. Moradoras da comunidade indígena do Amarelão, em João Câmara, elas viram a primeira escola indígena do Rio Grande do Norte se erguer diante de seus olhos nos últimos meses e, assim, puderam voltar a sonhar com um futuro profissional para além do beneficiamento de castanhas de caju.

A escola construída pelo Governo do Estado está praticamente pronta e vai levar educação de qualidade a 600 estudantes, com um plano pedagógico diferenciado e pautado nas especificidades dos povos indígenas. Longe das salas de aula desde quando eram adolescentes, Damiana e Francisca planejam uma nova vida de agora em diante.
 
“Parei na 7a série e não podia voltar porque tenho dois filhos e tinha que ir pra João Câmara todo dia pra escola. Com essa aqui vou poder terminar os estudos e procurar uma coisa melhor pra mim”, diz Francisca. Damiana reforça o coro. “Parei no Fundamental e voltar a estudar é como melhorar de vida. Com estudo tenho como encontrar um trabalho melhor”, emenda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário