Páginas

sexta-feira, 3 de maio de 2019

APÓS MEC ANUNCIAR CORTES NO ORÇAMENTO; UFRN, IFRN E UFERSA TÊM CORTES DE R$ 101 MILHÕES

Reitoria da UFRN, Universidade Federal do Rio Grande do Norte — Foto: Igor Jácome/G1
As universidades e o instituto federal do Rio Grande do Norte terão cortes orçamentários de aproximadamente R$ 101,8 milhões, em custeio e investimentos, após anúncio feito pelo Ministério da Educação, de que irá cortar 30% do orçamento de todas as instituições no país. Em algumas das instituições, há risco de suspensão de serviços e inviabilização das atividades, segundo os representantes. 

Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o corte será de cerca de R$ 59 milhões, de acordo com o pró-reitor adjunto de Planejamento, Jorge Dantas. O valor contingenciado atinge principalmente as áreas de custeio e investimento da instituição e representa cerca de 25% de um orçamento total de aproximadamente R$ 250 milhões. 

Outros R$ 15,8 milhões foram cortados da Universidade Federal do Semiárido (Ufersa), de acordo com o pró-reitor de Planejamento da instituição, Álvaro Fabiano. Em resumo, são R$ 12,8 milhões de custeio e outros R$ 3 milhões previstos para investimento, que representam cerca de 30% do orçamento anual. 



Segundo o IFRN, o bloqueio na instituição também foi de 30% do orçamento, representando um valor de R$ 27 milhões menos em recursos de custeio e capacitação de professores, conforme dados do Siafi. O orçamento total previsto para a instituição da Lei Orçamentária Anual foi de R$ 90 milhões. 

Considerado apenas o recurso previsto para a manutenção da instituição, o corte é de R$ 38,8% - cerca de R$ 26 milhões de um total de R$ 67,3 milhões. 

Do G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário