Páginas

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

5ª JUIZADO DA FAZENDA PÚBLICA DE NATAL ABRE TRÊS VAGAS PARA ESTÁGIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO

Foto: Reprodução Internet

O 5ª Juizado da Fazenda Pública de Natal abriu processo seletivo para estagiário de pós-graduação remunerado. Estão sendo oferecidas três vagas para estudantes da área de Direito, acrescido de cadastro de reserva (até a décima colocação).
As inscrições serão realizadas pessoalmente até o dia 19 de agosto, das 8h às 14h, na Secretaria da unidade, localizada no Complexo Judiciário de Potilândia (Rua das Fosforitas, 2327, Potilândia, Natal).
Provas
A seleção dos candidatos inscritos será realizada mediante prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, que consistirá na elaboração de uma sentença.
A prova será aplicada no dia 22 de agosto, a partir das 9h, na sede da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn), localizada na Rua Promotor Manoel Alves Pessoa Neto, nº 1000, Candelária, CEP 59065-555, devendo o candidato comparecer ao local indicado com antecedência mínima de 30 minutos do início da prova.


Os dez primeiros candidatos que compuserem a lista de aprovados serão convocados para entrevista pessoal, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizada nos dias 29 e 30 de agosto, a partir das 10h, no Gabinete do 5º Juizado da Fazenda Pública de Natal.
A lista de classificação final será publicada no Diário da Justiça Eletrônico, no dia 3 de setembro de 2019.
Condições
A jornada de estágio é de seis horas diárias e 30 horas semanais e a jornada diária será exercida preferencialmente no período de 12h às 18h, sujeito a modificação a critério do supervisor do estágio.
O estagiário receberá mensalmente bolsa-auxílio, atualmente no valor de R$ 1.874 e receberá, ainda, auxílio-transporte, atualmente no valor de R$ 127,60 por mês.
O estágio terá duração máxima de um ano, prorrogável por mais um ano, desde que comprovado o vínculo com a entidade de ensino, não podendo exceder a dois anos, exceto quanto às pessoas com deficiência que poderão exercer o estágio até a conclusão do curso, respeitando-se o encerramento do calendário acadêmico.
TJRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário