Páginas

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

POR 8 A 3, CÂMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTÔNIO APROVA CRÉDITO SUPLEMENTAR DO EXECUTIVO POR MAIS DE 6 MILHÕES


A Câmara Municipal de Santo Antônio aprovou por 8 votos  a favor e 3 contrários a autorização de crédito suplementar do executivo com 10% do valor total das despesas fixadas no orçamento vigente. Esse percentual corresponde a R$ 6.564,830,00 (Seis milhões, quinhentos e sessenta e quatro mil, oitocentos e trinta reais).

O projeto demorou um pouco a ser aprovado na casa devido ao alto pedido de crédito da prefeitura em outro  projeto anterior a este que era de 15%  que daria quase R$ 10 milhões de reais.  Com isto, alguns vereadores acharam o percentual muito alto e sentaram em mesa de negociações com o sindicato dos agentes de saúde e com a parte contábil da prefeitura, onde se chegaram há um acordo que os 10% atenderia as demandas que o executivo necessitava para quitar as despesas de 2019.

De acordo com o que foi enviado pela prefeitura, os mais de 6 milhões aprovados serão gastos em: Pagamentos de servidores públicos municipais, aquisição de medicamentos, transportes de estudantes, aquisição de combustíveis, merenda escolar, pagamentos da dívida, bem como a manutenção  das  atividades básicas municipais.

Votaram a favor: Os senhores vereadores: Presidente da casa Gustavo Alves, Dário do Sindicato, Menta, Jardel, Nélio, Paulo Cesar, professor Júnior e Lucinha.

Votaram contra: Os vereadores Leandro Orácio, Júnior Nogueira e João Francisco (Pai toco), os dois primeiros justificaram seus votos e disseram que a culpa é do executivo, ou seja, a falta de planejamento da equipe da prefeitura e do senhor prefeito.

Agora uma pergunta da população que não quer calar. Se com 10% agora a prefeitura diz que dá pra resolver o problema das dívidas, porque no primeiro projeto mandaram 15% que daria cerca de R$ 3 MILHÕES a mais. 


Porque será ? é somente uma pergunta.

Planilha de gastos do executivo que seria de 10,5% , mais que foi aprovado em 10% (Foto/Cedida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário