Páginas

domingo, 2 de fevereiro de 2020

MUTIRÃO PARA MATRÍCULAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DO RN ACONTECE NESTA SEGUNDA-FEIRA (3)

Escolas estaduais e municipais participam da ação (Arquivo) — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Acontece nesta segunda-feira (3) um mutirão de matrículas em escolas públicas em todo o estado. A ação acontece das 8h às 17h em escolas estaduais e municipais, além das Secretarias Municipais de Educação. O "Dia M" visa reservar a data para cadastrar o aluno, além de esclarecer sobre ingresso nas instituições de ensino. As ações também são previstas nas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (Direc). 

Na última sexta-feira (31), o site usado pela rede estadual de educação para fazer as matrículas ficou fora do ar e pais e mães encontraram dificuldades. De acordo com a secretaria, o sistema Sigeduc caiu devido ao alto número de acessos simultâneos e o técnicos estavam trabalhando para resolver o problema. 

A ação desta segunda (3) faz parte da campanha "Hora de Matricular", promovida em parceria pela União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-RN), a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do Rio Grande do Norte (Seec-RN) e Unicef Brasil. 



A iniciativa tem a intenção de sensibilizar a sociedade para que não deixe de matricular as crianças e adolescentes nas escolas em 2020 - inclusive aqueles que por algum motivo deixaram os estudos em anos anteriores. 

“Nosso propósito é unir forças e garantir o acesso e permanência à educação. Temos estimulado que as secretarias municipais e as diretorias regionais promovam ações na escola e nas ruas para que a comunidade se sinta pertencente a essa escola. Precisamos assegurar educação pública e de qualidade a todos”, diz Alexandre Soares Gomes, presidente da Undime no RN e dirigente municipal de educação em Monte Alegre, interior do estado. 

Segundo o Censo Escolar, em 2019 o Rio Grande do Norte teve 2.735 escolas ativas, atendendo a 629.515 alunos. O Censo Escolar de 2018 e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2017 mostram que o estado tem 50.865 crianças e adolescentes fora da escola, 30.399 não localizadas e 164.435 sem estarem na série correta para a idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário