Páginas

segunda-feira, 23 de março de 2020

A MAIOR PARTE DOS INFECTADOS PELO NOVO CORONAVÍRUS NO RN NÃO APRESENTA MAIS SINTOMAS, DIZ SESAP


A maior parte dos pacientes confirmados com infecção pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte não apresentam mais sintomas da covid-19, afirmou nesta segunda-feira (23) a Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap). O Estado tem atualmente 13 casos confirmados, 280 suspeitos e 43 descartados.
“Aqui no RN, desses 13 casos confirmados, poucos pacientes permanecem manifestando sinais e sintomas. A maioria já não apresenta mais nenhum sinal nem sintoma da doença”, disse Alessandra Luchessi, subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap/RN), sobre a situação de coronavírus no Estado para o programa “Manhã Agora”, da Agora FM (97,9).
Na entrevista, Alessandra explica que o crescimento exponencial do número de casos, tanto confirmados quanto suspeitos, não é tão diferente do que era imaginado, tanto para o Brasil e para o RN. “O que a gente observa é que tivemos um déficit muito grande para os resultados dos exames, quando estavam enviando pro Instituto Evandro Chagas, que é nosso laboratório de referência nacional. Hoje realizamos testes aqui no RN e já começamos a ter um cenário mais palpável e com alteração todos os dias”, disse a subcoordenadora.
Com o aumento de casos na última semana, foi revelado que há um potencial de transmissão local. “Já conseguimos constatar isso em três domicílios: em Natal, Mossoró e Parnamirim. É algo que tende a aumentar nos próximos dias. Como pessoas que moram em outros municípios vem trabalhar em Natal e a noite voltam para suas casas, elas podem ser potenciais transmissores da doença.”, explica.
“Por isso, essas medidas que a gente chama de preventivas, como ficar em casa, são essenciais para que a gente consiga, de alguma forma, conter essa transmissão do vírus. Quanto menos pessoas circularem, menores são as chances de transmissão”, complementa

Nenhum comentário:

Postar um comentário