Páginas

quarta-feira, 4 de março de 2020

BRASIL CONFIRMA 3º CASO DE CORONAVÍRUS; MENINA DE 13 ANOS É MONITORADA

Imagem: reprodução

O Ministério da Saúde confirmou nesta quarta-feira (04) o terceiro paciente com coronavírus no país, que também mora em São Paulo. O homem tem 46 anos, é de nacionalidade Colombiana, mora em São Paulo, e foi atendido hoje no hospital Albert Einstein, com sintomas de tosse seca e dificuldade de respirar.
Administrador de empresas, ele viajou recentemente para Espanha, Itália, Áustria e Alemanha. “Ele está clinicamente bem. Já foi levantado em qual voo ele estava, e as pessoas próximas a ele já foram notificadas e serão monitoradas”, explicou o ministro Luiz Mandetta, em coletiva de imprensa.
A pasta investiga, ainda, um quarto possível caso da doença, em uma adolescente de 13 anos, que foi atendida no hospital Beneficência Portuguesa. O primeiro teste já deu positivo, mas exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar a amostra. De acordo com Mandetta, ela esteve em Milão e depois na região de Dolomitas, na Itália, onde visitou um hospital por causa de uma lesão no joelho.
Segundo novo balanço divulgado nesta tarde, o número atualizados da doença está em 530 casos suspeitos, 3 confirmados e 315 descartados.
Além do novo paciente, há mais dois casos confirmados em SP: um homem de 61 anos e outro de 32. Todos os casos são importados, ou seja, foram trazidos para o Brasil.


Segundo o ministério, eles não apresentaram problemas de saúde ou complicações decorrentes da doença, nem foram registrados sinais ou sintomas em pessoas próximas.
O surto de Covid-19, nome oficial do coronavírus, pode causar infecções respiratórias como pneumonia. A doença já provocou mais de 3.100 mortes e infectou mais de 90 mil pessoas em cerca de 70 países e territórios.
Das pessoas que contraíram a doença, cerca de 48 mil se recuperaram, segundo autoridades de saúde de vários países.
Além das mortes na China, onde o surto foi detectado em dezembro, há registro de mortes no Irã, na Itália, Coreia do Sul, no Japão, na França, em Hong Kong, Taiwan, na Austrália, Tailândia, nos Estados Unidos, em San Marino e nas Filipinas.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como emergência de saúde pública internacional de risco “muito elevado”.
EXAME

Nenhum comentário:

Postar um comentário