Páginas

quinta-feira, 26 de março de 2020

EDUCAÇÃO DO RN FORTALECE A IMPORTÂNCIA DO USO DE FERRAMENTAS DIGITAIS


Para que o processo de aprendizagem continue, diante das medidas de prevenção ao novo coronavírus, o Covid-19, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC) tem incentivado o uso de recursos digitais nas comunicações entre professores e estudantes. Um dos recursos que está disponível para toda a rede estadual de ensino é a Escola Digital, ambiente virtual de aprendizagem do Sistema Integrado de Gestão da Educação, o SIGEduc, disponível para a rede estadual de ensino.
Por meio da Escola Digital é possível que o professor poste atividades, textos, e vídeos para suas turmas. Além disso, a plataforma foi otimizada e agora é possível interagir com os estudantes por meio de webconferências, possibilitando contato direto entre eles e professor, por meio de vídeo e som. “Outras ferramentas estarão disponíveis nessa interação, como o chat, onde tópicos de aula podem ser fixados”, explica Ana Paula Oliveira Flor, coordenadora de Tecnologias da SEEC.
Para que os estudantes e professores possam acessar esses recursos, a SEEC produziu um tutorial com orientações sobre primeiro acesso, utilização das turmas virtuais e manuseio das webconferências. A publicação está disponível neste link.


“Esse recurso já estava disponível aos nossos professores e alunos. Nesse momento, em que estamos enfrentando uma situação sem precedentes, o fortalecimento das ferramentas digitais é um caminho certo. Na crise, temos que enxergar oportunidades. O momento exige que todas as expertises sejam utilizadas”, pontuou Getúlio Marques, titular da SEEC.
Para contribuir com a construção de aulas interativas, bem como concentrar referências em conteúdo, a SEEC também conta com o Escolas na Rede, aberto a todas as redes de ensino. A plataforma disponibiliza objetos digitais de aprendizagem, como centenas de conteúdos de diversas disciplinas com áudios, vídeos, infográficos e textos.
Google for Education
Na manhã desta quarta-feira (25), por videoconferência, o secretário de Educação do RN, professor Getúlio Marques, acompanhando do diretor da União dos Dirigentes Municipais de Ensino (Undime/RN), Alexandre Soares, se reuniram com representantes da Google no Brasil para discutir ações conjuntas entre a SEEC e a empresa do ramo de buscas.
O Google dispõe de diversas ferramentas voltadas para o ensino, como a criação do G-Suite, pacote corporativo do Google que inclui o uso de um endereço de email próprio, que seria sem custos para fins educacionais para a rede pública de ensino.
A líder de Educação Pública e programas do Google for Education (GE), Marici Marchini, pela internet, destacou o compromisso da Google com o ensino. “O GE é um projeto focado em pessoas. Os professores necessitam de ter todas as ferramentas para que ele se sinta confiante, bem como os estudantes. Nisso, estamos atuando para acolher as pessoas. A tecnologia está ao nosso favor”, explica.
O diretor da Undime/RN avaliou como positiva a ajuda. “É uma solução para as necessidades que os municípios têm hoje, de acessar os alunos que não estão nas salas de aula. Será uma ferramenta a mais para que nossos professores possam criar aulas e conteúdo online”, argumentou Alexandre.
Como encaminhamento da parceria, o Google criará domínios para os estudantes da rede estadual. Com isso, será possível o acesso aos recursos gratuitos da Google. A SEEC constituiu um grupo de trabalho para que as ações sejam encaminhadas de forma mais célere. “Estamos unindo forças, trabalhando em diversas frentes para que nossa rede tenha todos os recursos disponíveis”, frisou Getúlio Marques, titular da SEEC.
Mais ferramentas
Além dos recursos já citados, professores e alunos das redes estadual, municipal e privadas terão acesso a uma gama de recursos que serão disponibilizados por meio de outros parceiros, como as mais de 14 mil páginas de conteúdo e 40 mil exercícios disponíveis no portal educacional ClickIdeia. “Nesse momento, abrimos o acesso a todas as escolas por entendermos a necessidade do momento atual. O ensino virtual é uma realidade e devemos buscar sua ampliação”, frisou Manoel Dantas, diretor da instituição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário