Páginas

segunda-feira, 9 de março de 2020

SESAP REGISTRA TRÊS CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS EM MOSSORÓ

Uso de máscaras em locais públicos tem sido usado em todo o mundo para prevenção da contaminação por coronavírus  Foto: Reprodução / Internet

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) do Rio Grande do Norte registrou três casos suspeitos para o Covid-19, o novo coronavírus, no município de Mossoró, na região Oeste potiguar. É a primeira vez em que se apontam pacientes suspeitos fora da região metropolitana de Natal, desde que o estado passou a ter casos sob investigação. Nenhum foi confirmado até agora. 


Os três casos deverão constar em um novo boletim que será publicado nesta segunda-feira (9), atualizando os números totais de casos suspeitos e até mesmo descartados. Os casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu com todos. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o MS não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários. 


Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró informou que os três pacientes são um homem, uma mulher e um adolescente, estiveram recentemente na Itália. "Ao voltarem para Mossoró procuraram uma rede privada hospitalar, por uma medida de segurança, por apresentarem febre e tosse. O hospital privado comunicou à Vigilância em Saúde sobre a entrada dos pacientes na tarde deste sábado (07), logo após chegarem ao hospital", informou a pasta. 





Após os primeiros procedimentos, os casos foram informados à Secretaria Estadual de Saúde, que confirmou que os exames exames foram enviados para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em Natal. A unidade vai verificar se eles estão com uma gripe ou outro tipo de vírus mais comum. O prazo para conclusão dos testes é de três dias. 


Caso os exames do Lacen não eliminem as dúvidas, as amostras serão enviadas para o Instituto Evandro Chagas, no Pará, com previsão de resultado em sete dias. 


No último boletim, registrado na sexta-feira (6), o estado tinha quatro pacientes com suspeita de coronavírus e nenhum confirmado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário