Páginas

quinta-feira, 23 de abril de 2020

BUSCA POR ATENDIMENTO PARA O SEGURO-DESEMPREGO GERA AGLOMERAÇÕES NA SEDE DO SINE-RN

Maioria dos trabalhadores não usava máscara — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A busca por atendimentos e informações sobre o pagamento do seguro-desemprego formou filas e aglomerações na unidade matriz do Sine no Rio Grande do Norte, em Candelária, Zona Sul de Natal, sob forte sol na manhã desta quinta-feira (23). Os trabalhadores estavam concentrados e a maioria não estava usando máscara, nem respeitando a distância mínima de segurança de 1,5 metro. 

O funcionamento do serviço foi limitado devido à pandemia do novo coronavírus. Os trabalhadores que precisam dar entrada no benefício aguardam atendimento presencial na porta da unidade. Outros encontraram dificuldades nos canais digitais e buscam informações sobre agendamentos para fazer o cadastro, já que não conseguiram contato telefônico com o Sine. 

"Tive um problema e passei quase uma semana tentando no site, mas só dava erro. Depois consegui, mas veio um valor errado e eu vim contestar o valor. Só ontem eu liguei 79 vezes, mandei três e-mails para o Ministério do Trabalho e nada, então tive que vir aqui porque não resolvi nem por telefone nem pela internet", conta o vigilante Samuel da Silva. 



Duas filas se formaram na sede do Sistema Nacional de Empregos: uma com 30 pessoas que agendaram atendimento presencial previamente e outra - mais longa - com trabalhadores que buscam o agendamento. Evitar aglomerações é uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter o avanço da Covid-19. 

Segundo o Sine-RN, para marcar o horário é preciso ligar para o número de telefone (84) 3232-7845, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. O atendimento presencial será feito também de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. No entanto, assim como o vigilante Samuel da Silva, a reportagem do G1 tentou contato telefônico mas também não obteve retorno. 

O atendimento online, pelo aplicativo Sine Fácil do Governo Federal, continua funcionando. Ele permite ao trabalhador ver oportunidades de emprego, candidatar-se a vagas e também dar entrada no seguro-desemprego. Esse último serviço também pode ser feito pelo site

Pessoas tentavam se proteger do forte sol e formavam aglomerações — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi





Nenhum comentário:

Postar um comentário