Páginas

quinta-feira, 7 de maio de 2020

JUSTIÇA DE SÃO PAULO SOLTA 3,1 MIL PRESOS POR CAUSA DO CORONAVÍRUS

Foto: Reprodução

A Justiça de São Paulo já ordenou a libertação de 3,1 mil presos no estado. A medida visa preservar as vidas dos detentos que são de grupos de risco para Covid-19.
Do total, 130 presos estavam condenados pela Lei Maria da Penha, que pune atos de violência doméstica contra a mulher.
A maioria dos que foram soltos estava detida por tráfico de drogas: 1.273. Em segundo lugar vem furto, com 608 presos soltos, e roubo, com 342. Há ainda 103 condenados por homicídio entre os soltos e 82 por lesão corporal.
Quase a metade dos que foram colocados em liberdade têm menos de 30 anos (1.488), mas com doenças pré-existentes que podem agravar um quadro de Covid-19.
O sistema prisional registra até agora 14 casos confirmados de Covid-19, com sete óbitos. Dois se recuperaram e cinco seguem internados; 56 suspeitos estão isolados.
MÔNICA BERGAMO

Nenhum comentário:

Postar um comentário