Páginas

sexta-feira, 8 de maio de 2020

OCUPAÇÃO DE LEITOS GERAIS DE UTI PARA PACIENTES DE COVID-19 CHEGA A 97% EM NATAL

Hospital Giselda Trigueiro está com todos os leitos de UTI para pacientes de coronavírus ocupados. — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi
A ocupação dos leitos gerais de UTI voltados para pacientes de coronavírus chegou a 97%, na rede pública de Natal, na manhã desta sexta-feira (8), de acordo com dados repassados pela Secretaria Estadual de Saúde. São 36 leitos ocupados, dos 37 leitos gerais em funcionamento - ou seja, apenas um vago. De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, o município de Mossoró opera perto dos 90% da capacidade. 


Ao todo, o estado tem cerca de 125 leitos para pacientes de Covid-19, sendo que parte deles é voltado para pacientes específicos, como ortopédicos, de obstetrícia, ou infantis, por exemplo. Com isso, os 85 leitos gerais (que existiam durante a manhã) para pacientes que não se enquadram nesses grupos ficam mais escassos. 


"Nós estamos em uma situação de pressão de leitos em Natal e Mossoró e a boa notícia, enquanto houve uma diminuição em Pau dos Ferros e Caicó", confirmou no final da manhã o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli. 


No Hospital Giselda Trigueiro - referência para tratamento de doenças infectocontagiosas em Natal - todos os 27 leitos estavam ocupados na manhã de sexta. No Hospital da Polícia Militar, dos 10 leitos gerais (sendo quatro abertos durante a manhã), 9 já estavam ocupados. 



Para evitar um "colapso" com falta de leitos para pacientes graves na região metropolitana, o secretário afirmou que o governo vai emprestar equipamentos à Prefeitura de Natal para abrir leitos de UTI durante o fim de semana no Hospital Municipal de Natal, que já tem 11 pacientes de coronavírus internados. 


"Fizemos um entendimento. Vamos emprestar equipamentos para que possam ser abertos 14 leitos com respiradores. Esperamos que isso consiga segurar o fim de semana sem colapso na região metropolitana. No entanto fica muito claro que vamos entrar na próxima semana ainda com pressão gigantesca", afirmou. 


O estado espera conseguir abrir mais 10 leitos no Hospital da PM na próxima semana. A Sesap também anunciou conclusão de uma chamada pública para mais 30 UTIs, sendo 10 em Macaíba e 20 no Hospital João Machado, em Natal, mas ainda não há data prevista para eles começarem a operar. 


A capital ainda tem outros 17 leitos públicos de UTI para pacientes para comorbidades específicas. O Hospital Santa Catarina, na Zona Norte da capital, tem cinco de obstetrícia, ou seja, para pacientes grávidas, sendo que apenas um está ocupado. No Deoclécio Marques, são 7 de ortopedia, todos desocupados, e ainda há cinco UTIs cardiovasculares no Hospital Rui Pereira, também desocupadas. 


Mossoró


Até às 9h desta sexta-feira (8), a ocupação dos leitos de UTI geral de Mossoró chegava a 88%. Dos 27 leitos de UTI geral disponíveis, 24 estavam ocupados. No Hospital Tarcísio Maia, dos 17 leitos, apenas um estava desocupado. No Hospital São Luiz, das 10 UTIs, 8 estão em uso. O secretário afirmou que pelo menos 10 leitos devem ser aberto nos fim de semana, nesta última unidade. 


O município ainda tem outros 10 leitos maternos (todos desocupados) e três pediátricos, também livres. 


A situação é menos dramática nas regiões de Pau dos Ferros, no Alto Oeste, onde os 4 leitos gerais estão disponíveis, e Caicó, onde apenas 5 dos 17 leitos gerais estão sendo ocupados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário