Páginas

sábado, 27 de junho de 2020

CAIXA PAGA HOJE AUXÍLIO A 6,5 MILHÕES DE TRABALHADORES; VEJA QUEM RECEBE

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita neste sábado (27) o Auxílio Emergencial a mais 6,5 milhões de beneficiários, todos fora do programa Bolsa Família.
Veja quem recebe:
  • 4,9 milhões de trabalhadores do primeiro lote (que receberam a 1ª parcela até 30 de abril), nascidos em janeiro e feveiro, recebem a terceira parcela
  • 1,4 milhão de trabalhadores do segundo lote (que receberam a 1ª parcela entre os dias 16 e 29 de maio), nascidos em janeiro e feveiro, recebem a segunda parcela
  • 200 mil novos aprovados, nascidos em janeiro e feveiro, recebem a primeira parcela
Os recursos serão liberados em um primeiro momento por meio da poupança social digital, de maneira escalonada, conforme o mês de aniversário do trabalhador, para pagamento de contas, boletos e compras por meio do cartão de débito digital. Saques e transferências serão liberados em datas posteriores.

Transferências e saque em dinheiro

Para quem vai fazer o saque em dinheiro, os pagamentos começam em 18 de julho e vão até 19 de setembro. O calendário inclui a terceira parcela, a segunda parcela para os aprovados no lote 2 e a primeira parcela para os aprovados do lote 4. Veja abaixo:
  • 18 de julho – nascidos em janeiro - 3,4 milhões de pessoas
  • 25 de julho – nascidos em fevereiro - 3,1 milhões de pessoas
  • 1º de agosto - nascidos em março - 3,5 milhões de pessoas
  • 8 de agosto - nascidos em abril - 3,4 milhões de pessoas
  • 15 de agosto – nascidos em maio - 3,5 milhões de pessoas
  • 29 de agosto – nascidos em junho - 3,4 milhões de pessoas
  • 1º de setembro – nascidos em julho - 3,4 milhões de pessoas
  • 8 de setembro – nascidos em agosto - 3,4 milhões de pessoas
  • 10 de setembro – nascidos em setembro - 3,4 milhões de pessoas
  • 12 de setembro – nascidos em outubro - 3,4 milhões de pessoas
  • 15 de setembro – nascidos em novembro - 3,2 milhões de pessoas
  • 19 de setembro – nascidos em dezembro - 3,3 milhões de pessoas

Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário