Páginas

segunda-feira, 22 de junho de 2020

FNF PROJETA VOLTA DO CAMPEONATO POTIGUAR PARA 23 DE JULHO, MAS DEPENDE DE LIBERAÇÃO DO GOVERNO

Reunião na sede da FNF debate protocolo para o retorno do futebol no Rio Grande do Norte — Foto: Iuri Seabra/FNF

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol apresentou nesta segunda-feira uma proposta para retomar as atividades no próximo dia 29, com a volta dos treinos dos clubes. Em uma projeção, o Campeonato Potiguar seria reiniciado em 23 de julho, mas tudo depende da aprovação por parte do Comitê Científico da Secretaria Estadual de Saúde, responsável pelo enfrentamento à pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Norte. O protocolo de intenções elaborado pela FNF será levado à Sesap ainda nesta semana, possivelmente na quinta-feira, para análise. 

Uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira, na sede da FNF, contou com a presença do presidente José Vanildo e do chefe da Comissão Médica da federação, o infectologista Antônio Araújo, dos médicos de ABC - Fábio Freire e Roberto Vital - e América-RN - Márcio Rego. O governo do estado não enviou representante. 

- Achei uma reunião muito salutar. Nós sabemos que dependemos do Comitê Científico da Sesap, que vai se reunir provavelmente na quinta-feira. Nós levaremos o protocolo e será dado o aval ou não. Se for dado o aval, a federação vai liberar para os treinos, não para os jogos - falou Antônio Araújo, ciente que também é preciso haver diminuição do número de mortes e a abertura de mais UTIS e enfermarias no estado para o combate à Covid-19. 




Para ter uma data definitiva para a retomada do Campeonato Potiguar, é preciso aguardar a autorização por parte da Sesap. O chamado "dia zero" será justamente a data da liberação do órgão. A partir de então, os clubes devem ter de sete a 10 dias para a testagem médica dos jogadores e dos profissionais e, depois disto, reiniciariam os treinos, que podem durar de 15 a 20 dias. 

- A gente quer que esse protocolo siga igual para todos os clubes. Que todo mundo cumpra e cada clube vai mostrar que foram testados atletas, funcionários, comissão técnica, para, quando começar os jogos, se tenha essa segurança inicial - comentou Roberto Vital. 

O futebol ficou fora do plano de retomada gradual das atividades econômicas, apresentado pelo governo do estado na última semana, mas o presidente José Vanildo estreitou contato com Carlos Eduardo Xavier, secretário de Tributação, para que a modalidade seja inserida. 

O presidente minimizou a ausência de representantes de outros clubes e disse que a própria FNF poderia falar por eles. A maior preocupação é quanto às equipes que não estão envolvidos na disputa da Série D, mas Vanildo afirmou que outras federações estão tomando as providências para o retorno das atividades, e que "o Rio Grande do Norte não vai ser diferente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário