Páginas

terça-feira, 16 de junho de 2020

ORDENS DO STF DESNUDAM PRIMEIRO GRANDE ESCÂNDALO DO GOVERNO BOLSONARO

Ações do STF miram diferentes personagens do núcleo mais próximo a Bolsonaro //Divulgação
As ações ordenadas pelo STF nas últimas semanas, que tiveram seu ápice nesta semana, mostram que o governo de Jair Bolsonaro está mergulhado em seu primeiro grande escândalo político e criminal.
As investigações coordenadas pelo Supremo miram o vice-presidente do novo partido de Jair Bolsonaro, o Aliança Pelo Brasil, o marqueteiro do partido, empresários financiadores do bolsonarismo, dez deputados de sua base fiel na Câmara, um senador, além das figuras de sempre dos blogs sujos bolsonaristas.
As ordens expedidas pelo STF contra alvos ligados ao presidente ou aos seus filhos, além das prisões ordenadas nesta segunda contra militantes aloprados, mostram que algo de muito podre ronda o poder em Brasília.
A lista de amigos, apoiadores próximos e figuras do convívio diário de Bolsonaro investigados pelo STF é longa e tornam cada vez mais compreensível o desespero do presidente ao cobrar Sergio Moro a demissão do chefe da Polícia Federal, por não informa-lo sobre investigações contra os 10 a 12 deputados bolsonaristas.
Não há mais como negar, a partir de hoje, o escândalo alojou-se no coração do bolsonarismo. Os investigadores buscam agora elementos de que público e privado se misturaram no esquema montado pelo bolsonarismo para propagar fake news, atacar adversários e enfraquecer a democracia por meio de ataques a ministros do STF e integrantes do Congresso.
VEJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário