Páginas

terça-feira, 14 de julho de 2020

CUIDADOS COM ANIMAIS PEÇONHENTOS DEVEM SER REDOBRADOS, ALERTA SESAP; RN TEM ESTOQUE DE SORO ANTIVENENO PARA 20 DIAS

Sesap orienta para cuidados com animais peçonhentos — Foto: Swaminathan Natarajan/BBC
O estoque de soro antiveneno para tratar pessoas picadas por serpentes e outros animais peçonhentos foi reabastecido no Rio Grande do Norte nesta terça-feira (14). Apesar da nova remessa, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) alerta para o reforço nos cuidados, já que o quantitativo é suficiente para 20 dias. No sábado o estado contava com apenas duas doses.

"Sabemos que até o mês de agosto temos um aumento na incidência de acidentes aqui no RN, sobretudo envolvendo serpentes. Por isso pedimos a colaboração da população para evitar se expor", explicou Aline Rocha, subcoordenadora de Vigilância Ambiental (Suvam) da Sesap. 

Entre os cuidados para prevenção de acidentes com serpentes recomendados pelo Ministério da Saúde estão: usar sapatos fechados de cano alto ou perneiras ao caminhar na mata ou entre folhas secas; atentar para o uso de luvas de couro ao manejar locais onde as serpentes possam estar presentes, como matas, tocas e troncos de árvores. 




As autoridades orientam ainda que as pessoas evitem trilhas, sobretudo nos períodos do amanhecer e do entardecer. Há também a indicação para o uso de botas, perneiras e luvas de couro a trabalhadores rurais. 

Em caso de acidente, o serviço de saúde mais próximo deve ser procurado e o local da picada pode ser lavado apenas com água e sabão. Caso o animal tenha sido capturado, ele deve ser levado junto ao posto médico para ajudar na identificação do soro específico para o tratamento do envenenamento. 

"Além disso, não se deve amarrar o membro acometido pela picada, fazer prática de torniquetes ou garrotes, perfurar o local da picada nem utilizar materiais como pó de café, folhas, álcool, querosene, ou outros contaminantes", informa a Sesap. 

A Sesap disponibiliza o Ceatox, para orientação por telefone em qualquer situação de envenenamento e acidentes com animais peçonhentos, informando a disponibilidade de soros e direcionando o paciente para o hospital de referência para o tratamento mais adequado. 

O Ceatox funciona em regime de plantão permanente 24h por meio dos números telefônicos: 0800 281 7005; 3232 4295; 98125 1247; 98803 4140 (WhatsApp). 

A Companhia de Proteção Ambiental da Polícia Militar (Cipam/PM) apreendeu cinco cobras em duas ocorrências diferentes em Natal e no interior, na cidade de Lagoa de Velhos, na Borborema potiguar. As operações ocorreram entre a tarde e a noite de segunda-feira (13). 

Das cinco, três eram venenosas, da espécie jararaca. As outras duas estavam sendo criadas irregularmente por um homem no Alecrim: uma jiboia e uma píton albina, espécie exótica originária da Ásia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário