Páginas

sábado, 11 de julho de 2020

NÃO HÁ PROVAS DE EFICÁCIA DA IVERMECTINA CONTRA A COVID-19, DIZ ANVISA

Foto: reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu uma nota alertando sobre o uso de ivermectina no tratamento da Covid-19, após notícias divulgando a distribuição do medicamento em vários municípios, principalmente na região sul do país.
Segundo a Anvisa, não há estudos conclusivos que comprovem a eficácia deste ou de outros medicamentos no tratamento ou prevenção da Covid-19.
No caso da ivermectina, um vermífugo, a agência reforça que a indicação é para doenças constantes na bula. O uso para qualquer outra doença é de escolha e responsabilidade médica.
Nesta semana, as prefeituras de Paranaguá (PR) e de Itajaí (SC) divulgaram a distribuição do vermífugo no tratamento profilática da Covid-19.
Leia a íntegra da nota abaixo:


Nota de esclarecimento sobre a Ivermectina
Diante das notícias veiculadas sobre medicamentos que contêm ivermectina para o tratamento da Covid-19, a Anvisa esclarece:
Inicialmente, é preciso deixar claro que não existem estudos conclusivos que comprovem o uso desse medicamento para o tratamento da Covid-19, bem como não existem estudos que refutem esse uso. 
Até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da Covid-19 no Brasil.
Nesse sentido, as indicações aprovadas para a ivermectina são aquelas constantes da bula do medicamento.
Cabe ressaltar que o uso do medicamento para indicações não previstas na bula é de escolha e responsabilidade do médico prescritor.
Com informações da CNN Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário