Páginas

sábado, 18 de julho de 2020

RN FICA SEM REPRESENTAÇÃO ENTRE OS "100 CABEÇAS DO CONGRESSO" PELO 2º ANO


O Rio Grande do Norte não tem nenhum representante na lista dos “100 Cabeças” do Congresso Nacional pelo segundo ano consecutivo. Os “cabeças” do Congresso Nacional são, na definição do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas qualidades e habilidades específicas.
Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo, o DIAP destaca a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate.
O Rio Grande do Norte costumava figurar na lista dos parlamentares mais influentes na Câmara e no Senado através de seus projetos ou atuação parlamentar. As figuras dos ex-senadores José Agripino Maia, do DEM, Fátima Bezerra (PT), além dos MDBistas do Estado sempre se fizeram presentes na lista.
Além do Rio Grande do Norte, outros três estados brasileiros estão sem nenhum representante na lista dos “100 cabeças do Congresso divulgada nesta sexta-feira (17): Espírito Santo, Pará e Roraima.
Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário:

Postar um comentário