Páginas

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

GOVERNO DO RN ABRIRÁ 30 LEITOS DE UTIs NEO E PEDIÁTRICAS

Fotos: João Vital

O Governo do RN está aplicando mais de R$ 5,3 milhões em reforma, projeto e aquisição de equipamentos para o Hospital Maria Alice Fernandes (HMAF), situado no Conjunto Parque dos Coqueiros, Zona Norte de Natal. A intervenção está concluída e abrange a ampliação do hospital com a construção de um bloco para implantação das UTIs Neonatal e Pediátrica, além da aquisição de equipamentos para aparelhar 15 novos leitos das unidades do setor Neo. Os recursos advém do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do RN – Governo Cidadão e Secretaria de Saúde Pública do RN, a partir do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.
Em visita às obras, na manhã desta quinta-feira (3), o termo de recebimento provisório da construção foi dado à governadora Fátima Bezerra, pelas mãos do secretário de Estado de Gestão Projetos e Metas, Fernando Mineiro. Acompanhada do vice governador, Antenor Roberto; e do secretário de Saúde, Cipriano Maia; a chefe do Executivo pode conferir de perto, a estrutura que vai promover dignidade ao atendimento pediátrico do RN, e devolver a referência ao HMAF, no que diz respeito às cirurgias pediátricas no Estado. Nos próximos dias o prédio deverá receber os alvarás definitivos para posteriormente, ser dado início ao funcionamento.
“Depois de ver esses equipamentos fechados por mais de três anos, conseguimos reabrir os sete leitos pediátricos que estavam desativados, mesmo em meio a pandemia, dando inclusive suporte no combate à Covid19. Agora, vamos ampliar esses atendimentos, aumentando o número de leitos pediátricos para 10, e abrindo o setor neonatal, que era inexistente, com 20 leitos. Todos com uma estrutura adequada, organizada e com equipamentos de ponta”, disse a Governadora.



A diretora do Hospital, a enfermeira Suyame Ricarte, que há mais de dez anos trabalha na unidade, falou das dificuldades enfrentadas nos últimos anos, diante da alta demanda e sem a assistência efetiva de Terapia Intensiva.
“Esse período que ficamos sem as UTIs Pediátricas foi muito difícil. Muitas vezes, ficávamos sem ter como socorrer as crianças, segurando algumas nas salas de estabilização, esperando uma transferência e vendo muitas delas morrerem”, contou Suyame, que completou: “Ficamos sem poder realizar as cirurgias pediátricas, porque não tínhamos como promover um período de recuperação adequado sem as UTIs. E diante de tudo isso, ver essa construção pronta, é um sonho realizado”.
Corroborando Suyame, o secretário Mineiro, explicou que a obra do HMAF é mais um resultado do trabalho integrado da atual gestão. “Destravamos os problemas, trouxemos as soluções necessárias, para muito em breve entregar a população do RN, um equipamento que há muito precisavam e sofriam a sua ausência”.

Fotos: João Vital

O secretário de Saúde, Cipriano Maia, garantindo que até o final do ano todos os leitos estarão em funcionamento, completou: “Estamos trabalhando para resolver um problema crônico do Estado no que se refere ao atendimento infantil. Para tanto, estamos entregando uma estrutura segura e adequada à rede, que vai ser equipada com os mais modernos aparelhos, que promovam uma assistência devida”, finalizou.
As melhorias no Hospital Maria Alice Fernandes, além de ampliar sua capacidade de atendimento, vai dotar a unidade dos mais modernos equipamentos. Um exemplo é a sala com leito para isolamento com pressão negativa, única no Estado, que impede que a patologia contamine outros pacientes.
Para aparelhagem dos leitos, foram adquiridos ainda respiradores fixos e móveis, ressuscitadores pulmonares, aspirador cirúrgico, incubadoras, máscaras para ventilação, monitores multiparâmetros, balanças neonatais, capacetes acrílicos infantis, cardioversores, carro de emergência, eletrocardiógrafo, foco cirúrgico, equipamentos de fototerapia, estetoscópios, fluxômetros para ar comprimido e oxigênio, negatoscópio, oftalmoscópio, otoscópio pediátrico, estadiômetro, conjunto para nebulização, poltronas hospitalares e suportes de soro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário