Páginas

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

SOCORRO A ESTADOS E MUNICÍPIOS TEVE DISTRIBUIÇÃO DESIGUAL E SEM RELAÇÃO COM PANDEMIA, APONTA LEVANTAMENTO

 

O programa de socorro a estados e municípios para enfrentamento da pandemia apresentou resultados desiguais entre esses entes da Federação. Enquanto algumas administrações receberam recursos mesmo sem ter tido perda de arrecadação, outras não receberam dinheiro suficiente para compensar a queda nas receitas. As conclusões são parte de uma nota técnica da Rede de Pesquisa Solidária, que reúne pesquisadores de instituições públicas e privadas.

Dos R$ 60 bilhões do programa, apenas R$ 2,8 seguem critério que considera a taxa de incidência do Covid-19. Esse foi o caso de oito estados, incluindo os quatro do Sudeste, e três capitais.

Além disso, a distribuição de recursos não teve ligação com as necessidades desses locais para enfrentar a pandemia, quando se considera a relação entre transferências e locais com maior número de mortes por habitante.

Folhapress


Nenhum comentário:

Postar um comentário