Páginas

sábado, 19 de setembro de 2020

TERREMOTO DE 6.9 DE MAGNITUDE É REGISTRADO NO ATLÂNTICO PRÓXIMO AO ARQUIPÉLAGO SÃO PEDRO E SÃO PAULO

 

Foto: Reprodução Labsis/Google

Um tremor de magnitude 6.9 foi registrado na noite de sexta-feira (18) no Atlântico, próximo ao arquipélago São Pedro e São Paulo, que fica a quase 1 mil quilômetros de Natal. O evento foi confirmado pelo Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis/UFRN), que captou a atividade às 21h43.

No último dia 30 de agosto outro tremor de magnitude 6.5 já havia sido registrado no local. De acordo com o geólogo Eduardo Menezes, que integra a equipe do Labsis, os tremores nessa região são comuns. "É o próprio movimento oceânico, de separação dos continentes, que causa esses tremores", disse.

Ainda segundo o geólogo, apesar da magnitude do tremor, não há risco de tsunami já que, para que isso ocorra, de forma perceptível, é preciso ter magnitude acima de 7.5 e o movimento na falha sísmica tem que ser do tipo reverso ou normal, o que causaria um levantamento ou afundamento brusco do soalho oceânico. De acordo com o Labsis, no caso do evento no arquipélago o movimento da falha sísmica é do tipo transcorrente - um tipo de movimento em que há somente deslizamento horizontal de um lado da falha em relação ao outro.

O epicentro do evento foi localizado a aproximadamente 282 km a leste de São Pedro e São Paulo, a 816 km a nordeste de Fernando de Noronha, a 1.184 km a nordeste de São Miguel do Gostoso, a 1.193 km a nordeste de Natal, a 1.338 km a norte-nordeste de Recife e a 1.405 km a nordeste de Fortaleza.

Ainda de acordo com o Labsis, dada a magnitude do tremor é de se esperar que novas réplicas venham a ocorrer nas próximas horas, ou mesmo dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário