Páginas

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

UFRN REGISTRA DOIS TERREMOTOS NO ATLÂNTICO; LABIS DIZ ZE HÁ RISCO DE TSUNAMI


                                                                   Divulgação/Labsis


Mais dois terremotos foram registrados no Atlântico - na região chamada dorsal meso-oceânica - nesta quinta-feira (24) pelo Laboratório de Sismologia da UFRN (Labsis). Dessa vez o primeiro evento sísmico teve magnitude de 5.7 (às 0h27) e segundo de magnitude 4.8 (à 1h01), a 27 km do primeiro.

O evento de magnitude 5.7 ocorreu a aproximadamente 1.575 km de Fernando de Noronha e a 1.925 km de Natal.

O mapa de localização epicentral do evento de magnitude 5.7 está mostrado na figura em destaque. A estrela vermelha mostra o epicentro. O triângulo vermelho indica a localização da estação de Riachuelo (RCBR).


De acordo com o Labsis-UFRN, embora a magnitude não seja muito grande, eventos na dorsal sempre levantam a questão se o tremor não poderia provocar um tsunami. Para que isso ocorra de forma perceptível, explica o laboratório, a magnitude teria que ser acima de 7.5 e o movimento na falha sísmica tem que ser do tipo reverso ou normal, o que causaria um levantamento ou afundamento brusco do soalho oceânico.

No caso do terremoto de hoje, o movimento da falha sísmica é do tipo transcorrente, um tipo de movimento em que há somente deslizamento horizontal de um lado da falha em relação ao outro.

Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário:

Postar um comentário