Páginas

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

DENÚNCIAS DE ABUSO DE PODER POLÍTICO E ECONÔMICO DURANTE CAMPANHA EM EXTREMOZ POR PARTE DO PREFEITO JOAZ, SERÃO APURADAS

 

A campanha eleitoral ainda nem terminou, mas o abuso de poder político e econômico na cidade parece que está acontecendo a luz do dia.

Segundo informações que chegaram ao BG na noite desta quarta, o atual prefeito da cidade, Joaz Oliveira, não estaria economizando. Já teriam fotos e vídeos que mostram a situação e que o Ministério Público será informado destes abusos a partir desta quinta.

As informações que serão denunciadas ao Ministério Público Eleitoral, é que o atual prefeito, que tem os bens bloqueados por suspeitas de fraudes em licitação, estaria utilizando estrutura da própria Prefeitura para tentar obter vantagens sobre os demais candidatos e assim reverter uma rejeição na cidade acima de 75% nas pesquisas.

De acordo com a Justiça Eleitoral, o abuso do poder político ocorre nas situações em que o detentor do poder se vale de sua posição para agir de modo a influenciar o eleitor. Caracteriza-se, dessa forma, como ato de autoridade exercido em detrimento do voto. Já o econômico, está relacionado ao uso excessivo, antes ou durante a campanha, de recursos materiais ou humanos que representem valor econômico, buscando beneficiar candidato, partido ou coligação, afetando, assim, a normalidade e a legitimidade das eleições.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário