Páginas

terça-feira, 13 de outubro de 2020

PRF REGISTRA QUATRO ACIDENTES GRAVES E UMA MORTE NAS RODOVIAS FEDERAIS DO RN DURANTE O FERIADÃO

 

PRF fiscaliza a alcoolemia com o uso do etilômetro — Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal apresentou nesta terça-feira (13) o balanço da Operação Nossa Senhora Aparecida 2020, encerrada na segunda-feira (12). Durante o feriadão, foram registrados 15 acidentes nas BRs que cortam o Rio Grande do Norte, sendo quatro ocorrências graves. No total, 16 pessoas ficaram feridas e uma morreu em quatro dias de operação.

Houve o reforço de efetivo para o policiamento ostensivo preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e ocorrências criminais. No total, o trabalho rendeu a fiscalização de 4.754 pessoas e 4.230 veículos. 

Para coibir a combinação de álcool e direção, os agentes da PRF realizaram 451 testes do etilômetro e 33 motoristas foram autuados por alcoolomia ao volante, sendo dois deles presos pelo crime de embriaguez.


Obrigatório não só para o motorista, mas também para todos os ocupantes do veículo, o cinto de segurança, ou melhor, o não uso dele gerou 75 autuações.

No ranking de imprudências mais observadas pela PRF, estão ainda o não uso do capacete para os ocupantes de veículos duas rodas - 68 pessoas, condutores e garupas, foram flagrados sem o equipamento.

Entre motos, automóveis e veículos de carga, ao todo, 185 condutores foram flagrados realizando ultrapassagem proibida.

Em paralelo às ações preventivas de segurança viária, a PRF deu continuidade ao trabalho de combate ao crime. No período da operação, 18 pessoas foram detidas pelo cometimento de diversos crimes, entre eles os crimes de trânsito (seis). O total de veículos recuperados foi de cinco, estando três deles adulterados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário