PEQUENOS NEGÓCIOS CONCENTRAM 97% DAS VAGAS CRIADAS EM NOVEMBRO NO RN

 


As micro e pequenas empresas lideraram a geração de novos postos de trabalho no Rio Grande do Norte em novembro. O estado encerrou o penúltimo mês do ano com um saldo de 4.796 empregos e, desse total, 97% ocorreu entre aqueles negócios cujo faturamento anual bruto não ultrapassa R$ 4,8 milhões.

Os chamados pequenos negócios criaram em terras potiguares em um período de 30 dias mais de 4,6 mil novos empregos, um resultado significativo frente ao saldo de cerca de 330 vagas geradas pelas empresas de médio e grande portes.

Os dados foram apresentados pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, com a divulgação do ‘Mapa do Emprego no RN’, um informativo que analisa os dados fornecidos nesta quarta-feira (23) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, fazendo um recorte específico sobre a situação do mercado de trabalho formal no estado.


De acordo com o estudo, o saldo de 4.796 vagas registrado em décimo primeiro mês de 2020 é consequência de um número maior de contratações – 125.679 admissões – contra 122.422 demissões de trabalhadores com carteira assinada no período.

Esse saldo é 184% maior que o verificado em novembro de 2019, quando o RN teve a geração de 1.690 novas vagas, e coloca o Rio Grande do Norte entre os cinco estados que mais abriram novas frentes de trabalho no Nordeste. Comparando o saldo de novembro com o mês anterior, o resultado é também positivo. O saldo de novembro superou em 3% a marca verificada em outubro deste ano, quando foram gerados 4.657 novos empregos.

Esse desempenho é fruto do volume de contratações de funcionários pelos setores do comércio, que abriu 2.088 novas vagas, e do setor de serviços, com a geração de 1.942 novos empregos, no mês. A indústria e a construção civil também apresentaram resultados positivos com saldos de 546 empregos e 377 vagas, respectivamente. O único segmento econômico a ter perdas de postos de trabalho foi o da agropecuária, que teve uma baixa de 157 vagas.

Com isso, o Rio Grande do Norte tem atualmente um estoque de 430.873 trabalhadores empregados formalmente. No acumulado de 11 meses, o estado possui um saldo de empregos, com 3.257 vagas. Apesar de positivo, justamente em um ano atípico do ponto de vista econômico devido à crise gerada pela pandemia da Covid-19, o saldo acumulado é quase a metade do verificado em igual intervalo do ano passado, quando o RN acumulava um saldo de 6.281 vagas.

Comentários

Notícias mais lidas na semana.

HOSPITAL REGIONAL EM SANTO ANTÔNIO VOLTA A NORMALIDADE DAS ATIVIDADES CIRÚRGICAS

COMPROMISSO SEGUE FIRME: PREFEITO FLAVIO DE BEROI AUTORIZA PAGAMENTO ANTECIPADO DOS SERVIDORES DE NOVA CRUZ-RN

AO VISITAR PREFEITO FLAVIO DE BEROI, WALTER ALVES PRESTA CONTAS DO MANDATO E JUNTOS ANUNCIAM MAIS BENEFÍCIOS PARA NOVA CRUZ-RN

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO