Páginas

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

BNB REGISTRA MAIS DE R$ 3 BILHÕES EM OPERAÇÕES DE CRÉDITOS NO RIO GRANDE DO NORTE EM 2020

 

Sede do Banco do Nordeste do Brasil em Fortaleza   Foto: Camila Lima/SVM

O Banco do Nordeste anunciou que aplicou mais de R$ 3 bilhões em 2020, no Rio Grande do Norte, por meio de 259 mil contratações de crédito. A instituição de fomento da região registrou aumento principalmente nas linhas para pequenos e microempreendedores, durante a pandemia, de acordo com dados enviados ao G1.

A maioria dos financiamentos - cerca de 224 mil - foram para microempreendedores do estado, que receberam investimentos de R$ 698,6 milhões ao longo do ano. O aumento foi de 17,8% em relação aos R$ 593,2 milhões aplicados no setor em 2019.

No âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o volume contratado atingiu R$ 182,8 milhões, dos quais R$ 154,8 milhões foram aplicados pelo programa de microcrédito rural, Agroamigo. O avanço foi de cerca de 10% em relação ao ano anterior.



Já as micro e pequenas empresas norte-rio-grandenses foram beneficiadas com R$ 387,6 milhões em volume de crédito (29,4% a mais que os R$ 299,6 milhões de 2019).

Porém, o grande volume de recursos se concentrou no Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que aplicou R$ 2,27 bilhões ao longo do ano.

O presidente do banco Romildo Rolim, afirmou que o banco se reorganizou durante a pandemia do coronavírus, para atender aos clientes de forma mais rápida, até porque os empreendedores precisaram também do recurso de forma mais agil.

"Conseguimos aplicar todos os nossos orçamentos, tanto do crédito produtivo de longo prazo, com recursos do FNE, como nossos programas de microcrédito urbano e rural. Foi um ano desafiador, mas a gente se organizou para atender nossos clientes que estavam precisando ser atendidos com mais rapidez ainda. Atendemos a todas as demandas nos credenciando como o banco de desenvolvimento do Nordeste", disse.

O banco investiu R$ 39,8 bilhões em sua área de atuação em 2020, que compreende os estados do Nordeste, o norte de Minas Gerais e o norte Espírito Santo. Os resultados incluem R$ 25,8 bilhões aplicados com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), por meio de mais de 774 mil operações de crédito.

No que se refere ao porte dos empreendimentos, foram aportados R$ 4,6 bilhões para as mini, micro e pequenas empresas, totalizando 49,4 mil operações. De acordo com o banco, foi o maior volume contratado com o segmento MPE na história do BNB, com percentual 26,8% maior frente ao ano anterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário