O melhor site de apostas!

O melhor site de apostas!
Clique na imagem e vá direto ao site.

56% REJEITAM GOVERNO BOLSONARO ; 34% APROVAM

 

Pesquisa PoderData realizada nesta semana (12-14.abr.2021) com 3.500 pessoas em todo o país indica que a desaprovação ao governo federal parece ter chegado ao pico, com certa estabilidade em relação ao levantamento anterior, feito 15 dias antes. A rejeição ao trabalho do presidente Jair Bolsonaro bateu novo recorde e segue em trajetória de alta.

A pandemia de coronavírus registrou as piores marcas de mortes nas duas semanas anteriores. A economia está parada em algumas grandes cidades, com muitas notícias de negócios (sobretudo no comércio) indo à falência. O Planalto se prepara para enfrentar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid. Mesmo nesse cenário adverso, o governo federal teve sua taxa de desaprovação oscilando negativamente de 59% para 56%.

Essa redução de 3 pontos percentuais está dentro da margem de erro do levantamento do PoderData, que neste estudo é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos. A rigor, não houve mudanças: a desaprovação ao governo não aumentou nem diminuiu, o que não deixa de ser um resultado positivo para Jair Bolsonaro.

O mesmo vale para os que dizem aprovar o governo federal. Quinze dias antes, eram 33%. Agora, 34%. De novo, é uma variação dentro da margem de erro. Nada mudou e o presidente da República segue mantendo 1/3 do eleitorado a favor de sua administração no Planalto.

 

A pesquisa foi feita pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é realizada em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes. Foram 3.500 entrevistas em 512 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 3.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

Quem mais aprova o governo Bolsonaro:

homens (41%);
pessoas de 45 a 59 anos (40%);
moradores da região Sul (48%);
quem tem só o ensino fundamental (37%);
quem recebe mais de 10 salários mínimos (53%).

Quem mais desaprova:

mulheres (60%);
pessoas com 60 anos ou mais (69%);
moradores das regiões Centro-Oeste e Nordeste (62% em cada);
quem tem ensino superior (66%);
quem recebe de 5 a 10 salários mínimos (60%).

TRABALHO DE BOLSONARO

A pesquisa PoderData mostra ainda que a rejeição ao trabalho do presidente Jair Bolsonaro bateu novo recorde e segue em trajetória de alta. Há duas semanas era de 53%. Agora, são 55% os que consideram a atuação do chefe do Executivo como “ruim” ou “péssima”.

Os que acham o desempenho do presidente “ótimo” ou “bom” são 26% –o mesmo registrado duas semanas antes. Outros 18% afirmam ser “regular”. As taxas tiveram variação dentro da margem de erro da pesquisa (1,8 ponto percentual).

 

Quem mais aprova Bolsonaro:

homens (32%);
pessoas de 45 a 59 anos (32%);
moradores da região Norte (31%);
quem tem só o ensino fundamental (27%);
quem recebe mais de 10 salários mínimos (35%).

Quem mais rejeita:

mulheres (57%);
jovens de 16 a 24 anos (73%);
moradores da região Centro-Oeste (59%);
quem tem ensino superior (66%);
quem recebe de 5 a 10 salários mínimos (67%).

OS 18% QUE ACHAM BOLSONARO “REGULAR”

No Brasil pergunta-se se os eleitores acham que o governante faz um trabalho ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo. A “turma do regular” (18%) é sempre uma incógnita.

O PoderData cruza as respostas desse grupo com os que aprovam ou desaprovam o governo como 1 todo. Os dados mostram que a proporção daqueles que enxergam o trabalho de Bolsonaro como “regular” e hoje aprovam seu governo é de 51%.

 

O levantamento indica que a aprovação teve um crescimento expressivo no grupo. Passou de 34% para 51% em duas semanas –alta de 17 pontos percentuais. A desaprovação despencou de 46% para 33% –queda de 13 pontos percentuais.

 

PODER360

Comentários

Notícias mais lidas na semana.

SANTO ANTÔNIO (RN): VEREADORA MARIZETHE SOLICITA DA PREFEITURA MEDIDAS PARA MELHORIAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA COMUNIDADE DE REDENÇÃO

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

SEM SALÁRIO, COVEIRO COLA CARTAZES EM CEMITÉRIOS DO RN OFERECENDO SEU SERVIÇO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%