RODOVIÁRIA DE NATAL DEVE TER AUMENTO DE 35% NO FLUXO DE PASSAGEIROS DURANTE ÀS ELEIÇÕES DE 2022

Imagem
  A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste divulgou uma nota, nesta sexta-feira (30), informando sobre a ampliação das frotas de ônibus durante às eleições de 2022. Segundo o órgão, existe uma espera de 35% a mais de clientes na rodoviária rumo aos interiores. Além disso, as gratuidades existentes nas leis serão respeitadas normalmente pelas empresas. "No transporte da área metropolitana, o aumento ocorre de forma natural, visando atender o maior fluxo de demanda de usuários no dia das eleições. No transporte para o interior, a movimentação tem início de forma antecipada, com ônibus extras disponibilizados pelas empresas", disse o órgão. A medida foi recomendada pela Defensoria Pública da União (DPU). Leia também: Veja como vai funcionar a frota de ônibus no dia das eleições e confira linhas que vão operar Confira a nota completa divulgada pelo órgão: A RESPEITO DA RECOMENDAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO (DPU) PARA QUE O TRANSPORTE PÚBLICO INTERMU

FEBRE AFTOSA: CAMPANHA DE VACINAÇÃO SEGUIRÁ DURANTE TODO MÊS DE JUNHO NO RN

 

REPRODUÇÃO

O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) informa que a primeira etapa da campanha de imunização contra a febre aftosa teve início na terça-feira (01), e seguirá durante todo o mês de junho.  

Nesta etapa, a vacinação é obrigatória para bovinos e bubalinos de todas as idades e acontece em todos os municípios do Rio Grande do Norte (RN). O produtor cadastrado junto ao Idiarn deve adquirir sua vacina em uma das revendas autorizadas a comercialização, vacinar os animais e declarar o rebanho até 15 de julho. A declaração pode ser feita nos escritórios do Idiarn, Emater ou Secretarias Municipais de Agricultura.

Com um rebanho de mais de 1 milhão de animais, o Rio Grande do Norte (RN) segue mantendo a cobertura vacinal acima de 90%, garantindo que o Estado mantenha o status de livre da febre aftosa com vacinação.

“É muito importante que mesmo em um período de pandemia, os produtores continuem vacinando e declarando seus animais, já são mais de vinte anos sem focos da doença dentro do Estado e com os altos índices, futuramente conseguiremos retirar a obrigatoriedade da vacinação”, diz Mário Manso, Diretor-geral do Idiarn.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.

Notícias mais lidas na semana.

EM PASSAGEM, PASSEATA E COMÍCIO MOSTRA FORÇA E LIDERANÇA DO PREFEITO JUNINHO EM APOIO AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

NO RN, LULA ABRE MAIS DE 32 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE BOLSONARO

PESQUISA EXATUS: FÁTIMA CHEGA A 46,50%; FÁBIO DANTAS 12,55% E STYVENSON 11,15%

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA