ASSEMBLEIA LEGISLATIVA ADIA VOTAÇÃO DE PROJETO QUE PODE 'ABRIR PORTAS' PARA PRIVATIZAR PARTE DA CAERN

 


Na última quinta-feira (8) esteve na pauta da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte o Projeto de Lei Complementar nº 09/2021, encaminhado pelo Governo do Estado e que tem o objetivo inicial de criar duas microrregiões de águas e esgotos no Rio Grande do Norte, denominadas Central-Oeste e Litoral-Seridó.

A proposta visa adequar o RN ao Marco Legal do Saneamento Básico e divide os municípios do Estado em dois blocos, com as duas maiores cidades – Natal e Mossoró – sendo colocadas em cada uma das divisões.

Com a aprovação, cada região ficará apta a prestar os serviços que hoje são de responsabilidade da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), podendo ser feito de forma direta com a criação de uma subsidiária da estatal, ou de forma terceirizada, contratando empresa para fazer proceder com o serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

A criação de microrregiões segue o que determina o novo Marco Legal do Saneamento e que destaca a prestação de serviço regionalizada. Essa etapa é indispensável para acesso aos recursos federais para o setor”, diz a Caern por meio de sua assessoria de imprensa.

Segundo a Companhia, a aprovação do texto legal não terá efeitos objetivos de imediato: “Na prática, a prestação de serviço pela Caern não sofre alteração, devendo os contratos atuais serem mantidos até o seu termo final”.

O projeto inicial foi encaminhado à Assembleia no último dia 21 de junho e seguiu seu rito normal até que uma emenda foi encartada à proposta original, pretendendo adicionar mais um artigo ao texto legal, no qual consta trechos que podem significar a “abertura de portas” para a privatização da Caern.

O proposto autoriza o Governo do Estado a alienar as ações e participações societárias, inclusive o “controle da Caern ou de qualquer de suas subsidiárias”.

Por esse motivo, o deputado estadual Kelps Lima (SDD) requereu ao presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), o envio do Projeto de Lei para apreciação da Comissão de Finanças e Fiscalização da casa. Segundo o parlamentar requerente, as modificações propostas pela emenda encartada ao projeto original alteram o teor inicial da matéria. Quando o instrumento legal passa a dispor sobre temas como “criação de subsidiárias da Caern, modificação de natureza das ações e de outras participações societárias, alienação das ações e participações societárias”, o Projeto de Lei passa a conter aspectos financeiros orçamentários, o que justifica sua apreciação pela comissão específica.

O requerimento do deputado Kelps Lima foi aprovado e a votação do Projeto de Lei não pode ser concretizada na quinta-feira (8), sendo a matéria encaminhada para a Comissão de Fiscalização e Finanças, conforme requereu o deputado com base no Regimento Interno da Casa.

“Uma emenda, encartada na CCJ, está dando aval para a Governadora privatizar a CAERN em parte. Hoje conseguimos evitar a votação e este final de semana vamos aprofundar estudos no projeto”, diz o parlamentar.

Novo Notícias

Notícias mais lidas na semana.

VEREADOR JARDEL PEDE FISCALIZAÇÃO EM CAIXA D'AGUA DA ESCOLA HÉLIO BARBOSA COM RISCOS A DESABAR E A REGULARIZAÇÃO DOS POÇOS TUBULARES

EM SANTO ANTÔNIO, APÓS 11 MESES DA GESTÃO RAULISON RIBEIRO, CONTINUA O DESCASO E ABANDONO NA QUADRA DO CONJUNTO PICA-PAU; VEJAM FOTOS

LAGOA DO BONFIM ATINGE 46% DE SUA CAPACIDADE. A PIOR SITUAÇÃO DOS ÚLTIMOS ANOS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO