FUTEBOL MASCULINO: BRASIL VENCE ARÁBIA SAUDITA E VAI ÀS QUARTAS NAS OLIMPÍADAS

 


O Brasil venceu, nesta quarta-feira (28), a Arábia Saudita por 3 a 1 e confirmou sua classificação para a próxima fase no torneio de futebol masculino das Olimpíadas 2020. Dessa forma, o futebol do país estará representado duplamente nas quartas de final olímpicas, já que a seleção de futebol feminino também se classificou, na terça-feira (27).

A vitória do time masculino, que garantiu seu lugar nas quartas, veio com gols de Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes. A outra vaga do grupo D ficou com a Costa do Marfim, que, em um confronto direto pela vaga contra a Alemanha, conseguiu o empate em 1×1.

Foi o confronto mais tenso do grupo, já que o Brasil encontrou uma seleção saudita já eliminada e pouco capaz de deixar uma última imagem muito positiva – o que não significa que a vitória foi fácil.

O Brasil, afinal, foi superior ao longo da partida, mas, se contra a Costa do Marfim a queda de ritmo e a pouca velocidade dos movimentos ofensivos estão relacionadas ao jogador expulso precocemente, o mesmo não se pode dizer no duelo de hoje. A engrenagem não funcionou como contra os alemães.

Claudinho foi o destaque do setor ofensivo. Malcom entrou na vaga de Antony após o intervalo, em substituição que serviu de alerta para o driblador atacante do Ajax, disperso na partida. O gol da vitória só saiu aos 31 minutos, e por alguns instantes quem liderou o grupo foi a Costa do Marfim, que abriu o placar contra a Alemanha aos 22 – e tomou o empate aos 33.

Nos acréscimos, Richarlison ampliou a contagem após jogada de Malcom e passe de Reinier, outro que entrou no segundo tempo. O pombo, assim, assumiu a artilharia do torneio olímpico, com 5 gols, contra 4 do francês Gignac, o vice.

Brasil e Costa do Marfim jogarão com os classificados do Grupo C (Espanha, Argentina ou Austrália), cujos jogos começam às 8h desta quarta. O time de André Jardine, porém, já tem data e hora para voltar a campo: sábado (31), às 7h (horário de Brasília), no mesmo estádio de hoje, em Saitama – o famoso palco da semifinal da Copa do Mundo de 2002 entre Brasil e Turquia.

Eliminado das Olimpíadas nas quartas de final em 2000 (por Camarões) e 2008 (pela Argentina), o Brasil de 2021 parece bem resolvido com o jeito de jogar, mesmo quando o resultado demora para aparecer. Em um mata-mata, terá o desafio de manter o estilo e aumentar a eficiência de seu futebol.

Muito diferente de 2016

Na campanha do ouro olímpico de 2016, a terceira rodada serviu para causar outro efeito no time brasileiro. Após 180 minutos de 0x0 contra as fracas África do Sul e Iraque, apenas ganhar da Dinamarca não era suficiente. Era preciso mostrar bom futebol. E o Brasil venceu por 4×0, sacudindo o astral para a fase final.

Nela, superou a Colômbia em um jogo violento, Honduras em uma jornada tranquila e, claro, a Alemanha em uma icônica final. O encontro com a Arábia Saudita em solo japonês, desta vez, não teve, nem de perto, o mesmo apelo. Mas algumas tendências se reforçaram.

E são tendências ofensivas. Privilegiam e dão liberdade para Claudinho, que atua pelas pontas ou pelo centro do gramado, sempre com papel criativo. Tentam explorar laterais agressivos no ataque como Arana e Dani Alves, ainda que não seja uma campanha ótima de nenhum deles. E sustenta o ataque na versatilidade e força física de Richarlison, este sim, o principal jogador desta exitosa primeira fase.

Para um Brasil que não recuou em nenhum momento contra a Alemanha, mesmo com o 3×2 no placar, e tampouco reforçou a defesa após ter um volante expulso contra a Costa do Marfim, parece haver um padrão nas escolhas de Jardine.

A grande festa do grupo é dos elefantes marfinenses. A decepção é alemã. O Brasil cumpriu o seu papel, com margem para melhorar a campanha daqui para frente – e chega às quartas de final sem lesionados nem suspensões a cumprir.

Com CNN Brasil

Comentários

Notícias mais lidas na semana.

CASAL COM DEFICIÊNCIA VISUAL TERÁ HISTÓRIA DE VIDA CONTADA POR PROGRAMA DA 96 FM NA SEGUNDAFEIRA (20); VEJA VÍDEO

BARCELONA (RN): CATIANO NASCIMENTO DEIXA BASE DO PREFEITO FABIANO LOPES

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO