DESCONTO NA CONTA DE LUZ DEVE COMTEMPLAR QUEM REDUZIR CONSUMO DE 10% A 20%

 


Para conter a crise hídrica, o governo federal deve lançar nos próximos dias um programa de incentivo que dá desconto a clientes residenciais e comerciais de pequeno porte (atendidos por distribuidoras de energia) que diminuírem o consumo de energia elétrica voluntariamente. Segundo o jornal O Globo, receberá o desconto quem reduzir o consumo de 10% a 20%.

O benefício deve valer a partir de setembro e se estender até abril do ano que vem. O valor do desconto, no entanto, ainda não foi definido.

Até a última 6ª feira (27.ago.2021), o governo falava em conceder desconto de R$ 1 por cada kWh do volume de energia consumido dentro da meta de 10% a 20%. Contudo, o valor foi considerado inviável e o desconto será menor. Técnicos do Ministério de Minas e Energia devem decidir o percentual do benefício nesta 2ª feira (30.ago.2021).

Para o cálculo do percentual de economia, serão considerados os consumos nos meses de setembro, outubro e novembro de 2020. A escolha dos meses foi feita para que o período de restrições mais intensas à mobilidade por causa da pandemia não fossem considerados, o que poderia distorcer a média.

O desconto será custeado por recursos do ESS (Encargo de Serviços do Sistema), cobrado nas contas de luz. Isso quer dizer que o bônus será bancado pelos próprios consumidores.

Poder 360

Notícias mais lidas na semana.

NOVA CRUZ 102 ANOS: PREFEITO FLAVIO DE BEROI INAUGURA E ENTREGA HOJE REVITALIZAÇÃO DO LARGO DA PREFEITURA NO DIA DA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO MUNICÍPIO

CAERN FAZ CAMPANHA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÉBITOS COM DESCONTOS DE ATÉ 100% SOBRE JUROS E MULTAS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO