BOLSA TOMBA QUASE 4% COM MERCADO REAGINDO A ATOS DE 7 DE SETEMBRO; DÓLAR SOBE

 


Bolsa e dólar reagiram com força aos desdobramentos das manifestações de 7 de Setembro desde a abertura do pregão desta quarta-feira (8), fechando com viés negativo.

Depois dos esperados pronunciamentos do presidente da Câmara, Arthur Lira, e do presidente do STF, Luiz Fux, sobre os atos, o Ibovespa acentuou as perdas e fechou com queda de 3,75%, aos 113.451 pontos. A menor pontuação desde março.

Já o dólar spot acentuou as altas de mais cedo, avançando 2,89%, a R$ 5,3260.

Os operadores elevaram a cautela após novos ataques do presidente Jair Bolsonaro aos ministros da Suprema Corte Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As novas investidas ocorreram no feriado do Dia da Independência, quando Bolsonaro participou de atos em Brasília e São Paulo, e agora os investidores ficam de olho nas reações do Congresso e do Judiciário.

Um possível impeachment do presidente Jair Bolsonaro já passou a ser discutido por diversos partidos que até o momento não fazem oposição sistemática ao governo, mas que condenaram os discursos de Bolsonaro no dia 7 de Setembro.

Esse comportamento refletia avaliação de boa parte dos mercados de que o discurso inflamado de Bolsonaro colabora para o agravamento da tensão institucional no Brasil, o que pode repercutir negativamente sobre o desempenho econômico.

Os eventos de terça-feira mostram que Bolsonaro “tem ainda bastante apoio popular e continua sendo personagem importante no cenário político/eleitoral”, mas, “por outro lado, o ambiente institucional deve ficar ainda mais tenso”, escreveram analistas da Genial Investimentos. “O resultado será mais incerteza e volatilidade e, provavelmente, menos crescimento e mais inflação.”

Prejudicando ainda mais o desempenho da moeda brasileira, o clima no exterior também estava cauteloso em meio a temores de desaceleração do crescimento econômico, enquanto os investidores monitoravam as perspectivas para o estímulo do Federal Reserve, do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco do Povo da China.

Os ativos de risco locais “não poderão contar nem com o bom humor externo para amenizar o receio com a situação de diversas incertezas que vive o país”, disse em nota Victor Beyruti, economista da Guide Investimentos.

O índice do dólar contra uma cesta de moedas subia 0,1% nesta manhã, enquanto os futuros de Wall Street operavam no vermelho. Na última sessão, na segunda-feira, a moeda norte-americana spot caiu 0,14%, a R$ 5,1764 na venda.

Fonte: CNN Brasil


Notícias mais lidas na semana.

PM PRENDE SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE EX-VICE-PREFEITO DE BOA SAÚDE DURANTE ASSALTO EM NATAL

NOVA CRUZ E MONTANHAS TÊM ABASTECIMENTO DE ÁGUA SUSPENSO APÓS VAZAMENTO EM ADUTORA

AUXÍLIO-GÁS COMEÇA A SER PAGO JUNTO COM O AUXÍLIO BRASIL NO DIA 18; VEJA QUEM TEM DIREITO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO