RN TEM 10 CASOS CONFIRMADOS DE VARÍOLA DOS MACACOS

Imagem
                                                                Foto: Ilustrativa A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) está em vigilância em relação ao aumento de casos de ‘monkeypox’, a varíola dos macacos, no Rio Grande do Norte. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico, divulgado pela pasta nesta segunda-feira (15), já são 10 casos confirmados, e outros 45 suspeitos. Entre as confirmações, um caso corresponde a um indivíduo entre 21 e 30 anos; 4 são de pessoas entre 31 e 40 anos; outros 4 de pessoas entre 41 e 50 anos; e 1 caso de um indivíduo de 51 a 60 anos. Dos 10 casos confirmados, seis correspondem a notificações em Natal, três em Parnamirim e um em Mossoró. A capital potiguar possuí, ainda, um caso provável para a doença. Até agora, 15 casos que eram considerados suspeitos foram descartados. A pasta reforça que está concluindo o Plano de Contingência estadual e vem qualificando profissionais da rede estadual e dos municípios sobre coleta e vigilância labo

GREVE DOS RODOVIÁRIOS DEVE COMEÇAR NA QUARTA-FEIRA (13)

 

A ameaça de paralisação por tempo indeterminado anunciada na última semana pelo Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (SINTRO-RN) não acontecerá nesta segunda e terça-feira (12). Essa é a informação obtida com o sindicato.

O Sintro fará reunião hoje pela manhã com seus diretores para discutir medidas de como será feita a greve. De acordo com o sindicato, o início dos protestos deve começar na quarta-feira (13), após o feriado.

Na última quinta-feira (7), houve uma paralisação de aviso, onde o presidente do Sintro, Júnior Rodoviário, falou que a categoria ainda busca o cumprimento das datas-bases salariais deste ano e de 2020, que estavam previstas para acontecer ainda no ano passado. “Entrou secretário, saiu secretário, e nada foi resolvido” disse Júnior.

Outro fator para a greve é o vale de alimentação dos motoristas. Ano passado, as empresas depositavam R$ 315 nas contas dos trabalhadores, mas em decorrência da pandemia da covid-19, o valor baixou para R$ 180. A categoria pede recomposição do valor desse benefício.

Até o momento, não houve nenhum tipo de acordo entre os trabalhadores rodoviários e os empresários de ônibus.

Novo Notícias

Notícias mais lidas na semana.

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL DIZ QUE CARTÃO DE CRÉDITO DEIXARÁ DE EXISTIR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO