BRASIL CRIA MAIS DE 250 MIL VAGAS FORMAIS DE TRABALHO EM OUTUBRO, APONTA CAGED


 

O Brasil criou 253.083 vagas com carteira assinada em outubro, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Economia.

O saldo é resultado de 1.760.739 admissões e de 1.507.656 desligamentos. Veja o gráfico abaixo:



O estoque, que é a quantidade total de vínculos celetistas ativos, em outubro deste ano somou 41.205.069 vínculos, o que representa uma variação de 0,62% em relação ao estoque do mês anterior.

No acumulado de 2021, foi registrado um saldo de 2.645.974 empregos, decorrente de 17.209.495 admissões e de 14.563.521 desligamentos (com ajustes até outubro de 2021).

Em outubro, os dados do Caged registraram saldo positivo no nível de emprego em quatro dos cinco grandes grupamentos de atividades econômicas:

• serviços (+144.641 postos), distribuídos principalmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (+71.258 postos);
• indústria geral (+26.697 postos), concentrados na indústria de transformação (+23.747 postos);                      • comércio (+70.355 postos);
• construção (+17.236 postos); e
• agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (-5.844 postos).

No acumulado do ano, o setor de serviços também lidera as admissões:

• serviços: 1.145.498;
• indústria geral: 556.013;
• comércio: 482.332;
• construção: 284.544; e
• agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: 177.592.

O levantamento oficial também mostrou que as cinco regiões brasileiras apresentaram saldo positivo no mês:

• Sudeste (+121.409 postos; +0,58%);
• Sul (+52.938 postos; +0,69%);
• Nordeste (+51.455 postos; +0,78%);
 Centro-Oeste (+17.554 postos; +0,50%); e
• Norte (+8.734 postos; +0,45%).

Salário médio de admissão foi de R$ 1.795,46

Em outubro, segundo o Caged, o salário médio de admissão foi de R$ 1.795,46. Comparado ao mês anterior (R$ 1.815,71), houve redução real de R$ 20,25 no salário médio de admissão, uma variação negativa em torno de 1,12%.

Nova metodologia desde janeiro de 2020

Desde janeiro do ano passado, o uso do Sistema do Caged foi substituído pelo eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) para as empresas, o que traz diferenças na comparação com resultados dos anos anteriores.

Na metodologia anterior (de 1992 a 2019), o melhor resultado para outubro na série sem ajustes havia sido em 2009, quando foram criadas 230.956 vagas no décimo mês do ano.

R7

Notícias mais lidas na semana.

NOVA CRUZ E MONTANHAS TÊM ABASTECIMENTO DE ÁGUA SUSPENSO APÓS VAZAMENTO EM ADUTORA

PM PRENDE SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE EX-VICE-PREFEITO DE BOA SAÚDE DURANTE ASSALTO EM NATAL

MPF OBTÉM CONDENAÇÃO DE MÉDICO PERITO POR FRAUDAR O INSS; CASO ACONTECEU EM SANTO ANTÔNIO EM 2008

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO