FERIADO DE FINADOS TEM MENOS ACIDENTES E MORTES EM RODOVIAS FEDERAIS

 


O feriado prolongado de Finados deste ano registrou 96 mortes em acidentes nas rodovias federais, uma queda de 5% sobre o resultado do mesmo feriado em 2020, quando foram contabilizados 101 óbitos.

O número de feridos também caiu. Enquanto, em 2020, 1.292 pessoas saíram de acidentes nessa condição, neste ano, 1.084 pessoas tiveram algum ferimento decorrente de colisões em rodovias federais, uma redução de 16%.

Os dados foram divulgados no balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre a Operação Finados deste ano. Foram computados dados de sexta-feira (29) a ontem (2).

Foram contabilizados 266 acidentes graves durante o feriado, 11% a menos do que os 300 mapeados em 2020. No total, foram 928 acidentes, contra 1.077 no ano passado, uma queda de 14% na comparação entre os períodos.

Segundo o coordenador-geral de Segurança Viária Substituto da Polícia Rodoviária Federal, Márcio Camargos, os números mostram resultados menores neste ano, mas de forma diferenciada entre as mortes e os acidentes.

“Mesmo tendo redução no número de mortos, qualquer resultado aceitável seria zero mortos. A redução do número de acidentes graves foi significativa. A redução de mortos não acompanhou o mesmo percentual de acidentes graves e feridos”, avaliou.

Durante o feriado de Finados, 184 mil veículos foram fiscalizados, acréscimo de 12% sobre o ano passado. Foram emitidas 40,1 mil autuações. Deste total, 5,1 mil foram relativas a ultrapassagem, 2,4 mil tiveram como motivação a ausência do cinto de segurança pelo condutor e 1,5 mil a falta do cinto de segurança pelo passageiro.

Das autuações, 839 foram ocasionadas por motoristas flagrados dirigindo após o consumo de alguma quantidade de álcool. Foram realizados 14 mil testes de alcoolemia. Do total de autuações, 114 resultaram em prisões por embriaguez.

Crimes

A operação também se dedicou à fiscalização de crimes nas rodovias federais. A apreensão de maconha caiu de 3,4 mil quilos em 2020 para 2,7 mil quilos em 2021 (-20%).

A apreensão de cocaína também sofreu decréscimo, de 1,5 mil quilos para 488 quilos (-68%). Já as apreensões de armas e munições aumentaram, respectivamente, de 25 para 44 (76%) e de 428 para 5,6 mil (1.218%).

Foram detidas 663 pessoas, 10% a mais do que em 2020, que registrou 602 detenções. Foram recuperados 136 veículos adulterados, 7% a mais do que em 2020, quando foram recuperados 127 automóveis.

*A matéria foi alterada às 17h15 para correção de informação. O número correto de acidentes neste ano foi 928, contra 1077 em 2020.  

Notícias mais lidas na semana.

NOVA CRUZ 102 ANOS: PREFEITO FLAVIO DE BEROI INAUGURA E ENTREGA HOJE REVITALIZAÇÃO DO LARGO DA PREFEITURA NO DIA DA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO MUNICÍPIO

CAERN FAZ CAMPANHA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÉBITOS COM DESCONTOS DE ATÉ 100% SOBRE JUROS E MULTAS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO