MENOR SALÁRIO DE SERVIDORES DO ESTADO SERÁ CORRIGIDO PELO SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL DE 2022; DIZ SINDICATO

 


O vencimento dos servidores públicos do Estado que recebem um salário mínimo vai ser corrigido pelo mínimo nacional, que para 2022 tem previsão de ser no valor de R$ 1.210,00, mas ainda não foi confirmado pelo governo federal, o que deve acontecer em dezembro. Atualmente o salário mínimo nacional é de R$ 1.100,00. A informação foi divulgada pelo Sinsp-RN.

A Lei Complementar n°678, de dezembro de 2020, assegura que nenhum servidor público do Estado pode ter vencimento básico ou salário-base inferior ao salário mínimo nacional vigente, e que a forma e percentuais de reajuste são estabelecidos pelo mínimo nacional, determinado pelo governo federal.

O governo federal corrige o salário mínimo tendo como base o INPC, e a última porcentagem do índice indicou que projeção para 2022 é de um aumento de R$ 110,00 no salário. A definição, contudo, é do governo federal e ainda não foi divulgado oficialmente.

 

Lei tem efeito apenas para servidores que recebem salário mínimo

A readequação atinge exclusivamente servidores que ganham os menores salários no Estado. A Lei existe para que anualmente o salário-base desses servidores acompanhem o salário mínimo nacional. Demais servidores seguem com os mesmos vencimentos.


Notícias mais lidas na semana.

PM PRENDE SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE EX-VICE-PREFEITO DE BOA SAÚDE DURANTE ASSALTO EM NATAL

NOVA CRUZ E MONTANHAS TÊM ABASTECIMENTO DE ÁGUA SUSPENSO APÓS VAZAMENTO EM ADUTORA

AUXÍLIO-GÁS COMEÇA A SER PAGO JUNTO COM O AUXÍLIO BRASIL NO DIA 18; VEJA QUEM TEM DIREITO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO