MERCADO ERÓTICO: SETOR DE SEX SHOP DE NATAL CRESCE DURANTE PANDEMIA

 


Na contramão dos negócios que enfrentaram graves crises financeiras durante o período mais restritivo da pandemia, o mercado de produtos eróticos acumulou poucas perdas e vem registrando crescimentos. Em Natal, os sex shops, que são as lojas do segmento, chegaram a triplicar as vendas na quarentena em comparação com o período pré-coronavírus. Quem antes ficava somente no desejo ou na curiosidade viu no isolamento uma oportunidade para explorar o bem-estar sexual. Segundo levantamento feito pelo portal Mercado Erótico, de março a maio de 2020, o número de vibradores vendidos no país cresceu 50% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Além dos vibradores, a procura segue em alta por itens como masturbadores, fantasias, lingeries, acessórios de sedução, algemas, lubrificantes íntimos, géis estimulantes para massagem e outros cosméticos entre os potiguares. Com um aumento de 70% no fim de 2020 em comparação com o mesmo período de 2019, Flávia Chianca e Gustavo Henrique abriram em janeiro deste ano a terceira loja da franquia La Vedette, criada há oito anos pelo casal. O negócio começou em 2013 na Praia da Pipa, em Tibau do Sul, e se expandiu para a capital em 2018 com a aberturar do estabelecimento no bairro de Capim Macio.

Leia a notícia completa aqui na Tribuna do Norte.

Notícias mais lidas na semana.

NOVA CRUZ 102 ANOS: PREFEITO FLAVIO DE BEROI INAUGURA E ENTREGA HOJE REVITALIZAÇÃO DO LARGO DA PREFEITURA NO DIA DA EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO MUNICÍPIO

CAERN FAZ CAMPANHA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÉBITOS COM DESCONTOS DE ATÉ 100% SOBRE JUROS E MULTAS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

JOVEM PASTORA E EMPRESÁRIA NAYARA BEZERRA, FAZ DOAÇÃO DE UMA CASA PRÓPRIA PARA UMA FAMÍLIA EM SANTO ANTÔNIO-RN

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

TUDO EM CASA, EM UMA GRANDE FAMÍLIA: PREFEITO DE PASSAGEM (RN) FAZ FARRA DE NOMEAÇÕES FAMILIARES EM SUA GESTÃO