AUXÍLIO: GOVERNO FEDERAL CONFIRMA QUE NÃO PAGARÁ ADICIONAL DE NOVEMBRO QUE ELEVARIA BENEFÍCIO A R$ 400

 


O Ministério da Cidadania confirmou, em nota enviada à TV Globo nesta quarta-feira (29), que o governo não pagará o adicional que havia prometido aos beneficiários do Auxílio Brasil que, em novembro, receberam um valor inferior a R$ 400.

Em novembro, as famílias receberam o valor a que já tinham direito no Bolsa Família, somente com o reajuste de cerca de 18%. Assim, o valor médio do benefício em novembro foi de R$ 224,41.

No fim de outubro, o Ministério da Cidadania havia dito que pagaria um complemento retroativo, no valor que faltava para o benefício referente a novembro chegar a R$ 400. A promessa era que esse pagamento retroativo seria feito em dezembro.

Na manhã desta quarta-feira (29), o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou a jornalistas que o governo ainda estudava a possibilidade de pagar o complemento retroativo.

Porém, à tarde, o Ministério da Cidadania confirmou que não há previsão legal de pagamentos retroativos do Auxílio Brasil.

Notícias mais lidas na semana.

NOVA CRUZ E MONTANHAS TÊM ABASTECIMENTO DE ÁGUA SUSPENSO APÓS VAZAMENTO EM ADUTORA

PM PRENDE SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO NA MORTE DE EX-VICE-PREFEITO DE BOA SAÚDE DURANTE ASSALTO EM NATAL

MPF OBTÉM CONDENAÇÃO DE MÉDICO PERITO POR FRAUDAR O INSS; CASO ACONTECEU EM SANTO ANTÔNIO EM 2008

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO