PREÇO MÉDIO DO ETANOL NOS POSTOS TEM QUEDA DE 1,5% NA SEMANA; DIZ ANP

 


O preço médio do etanol praticado nos postos do país registrou queda de 1,5% nesta semana, segundo levantamento divulgado nesta sexta-feira (17) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O levantamento semanal da ANP mostra que o preço médio do litro do combustível passou de R$ 5,210 para R$ 5,128. O valor máximo encontrado foi de R$ 7,799, em Torres, no Rio Grande do Sul.

O preço do litro gasolina também caiu no intervalo de uma semana, de R$ 6,708 para R$ 6,679, uma redução de 0,4%. O valor máximo encontrado foi de R$ 7,959, em Bagé, no Rio Grande do Sul.

Na semana passada, a Petrobras reduziu o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras de R$ 3,19 para R$ 3,09 por litro.

Já o valor do litro do diesel ficou praticamente estável, recuando de R$ 5,354 para R$ 5,345. O valor máximo foi de R$ 5,698 em Paracatu, em Minas Gerais.

Por fim, o preço do gás de cozinha, GLP de 13kg, chegou ao preço médio de R$ 102,16, apresentando uma leve queda na comparação com a semana passada (R$ 102,60). O valor máximo do botijão foi de R$ 140, em Sorriso, no Mato Grosso.

Petrobras reduz preço da gasolina

Na terça-feira (14), a Petrobras anunciou que o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,19 para R$ 3,09 por litro a partir desta quarta-feira (15). O novo valor representa uma redução média de 3,13% ou de R$ 0,10 por litro.

Segundo a estatal, o ajuste reflete, em parte, a evolução dos preços internacionais e da taxa de câmbio, “que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina”.

A Petrobras não informou reajuste nos preços dos demais combustíveis.

O último reajuste nos preços dos combustíveis realizado pela Petrobras foi anunciado no dia 25 de outubro. Naquela ocasião, a empresa aumentou em 7,04% a gasolina e em 9,15% o diesel.

Combustíveis são os vilões

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na última sexta-feira (10) que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,95% no mês passado. Foi a maior variação para um mês de novembro desde 2015.

O resultado da inflação no mês passado foi puxado pela gasolina.

No acumulado do ano, os combustíveis subiram mais de 40%. No caso do etanol, a alta chegou a quase 70%. Já a gasolina subiu 50% em 12 meses.

Notícias mais lidas na semana.

PROCURADOR ELEITORAL EMITE PARECER PELA MANUTENÇÃO DA CONDENAÇÃO DO PREFEITO DE LAGOA DE PEDRAS-RN

FLAVIO DE BEROI E GELSON VITOR, PREFEITO E PRESIDENTE DA CÂMARA DE NOVA CRUZ/RN RESPECTIVAMENTE, DECLARAM APOIO A GARIBALDI FILHO

SUCUPIRA PERDE ! EM AREZ/RN, SECRETÁRIO MUNICIPAL LIBERA ALVARÁ PARA IRMÃO VEREADOR REALIZAR FESTA EM REPARTIÇÃO PÚBLICA, EM MEIO A UM SURTO DE COVID-19 E SÍNDROMES GRIPAIS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA