RN DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR CAUSA DO AUMENTO DE CASOS DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

Imagem
  O Rio Grande do Norte decretou situação de emergência em virtude do aumento de casos de dengue, zika e chikungunya no estado. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (20) no Diário Oficial do Estado e tem validade de 90 dias. No documento o governo reconhece que o estado vive uma epidemia de dengue e autoriza os agentes de controle de endemias a entrarem em imóveis públicos ou particulares abandonados. O governo instituiu ainda o Comitê Governamental de Gestão da Emergência em Saúde Pública para planejar, coordenar e controlar as medidas a serem empregadas durante a situação de emergência. De acordo com o governo, o decreto da situação de emergência "visa agilizar o acesso a insumos, como testes, larvicidas e inseticidas, vitais para a estratégia de combate à dengue". O Rio Grande do Norte registrou,  nos primeiros meses de 2022, mais casos prováveis de dengue do que em todo o ano de 2021 . De janeiro até o dia 7 de maio foram registrados 11.427 casos de dengue. Em todo o

PM RECOMENDA ADOÇÃO DE TORCIDA ÚNICA NOS CLÁSSICOS DO CAMPEONATO ESTADUAL

 


A Polícia Militar do Rio Grande do Norte elaborou um relatório das cocorrências no último domingo, diante do clássico ABC x América, no Frasqueirão. O material foi entregue ao Ministério Público, que vai analisar e tomar uma decisão na próxima semana. O documento da PM sugere a realização dos jogos, entre os rivais, com torcida única como forma de diminuir a violência.

Durante partida no Frasqueirão, foram autuadas 15 pessoas, todas com Termos Circunstanciados de Ocorrência – TCOs. 

O relatório, em sua conclusão, de acordo com o Policiamento da Capital, recomenda e sugere ao Ministério Público a adoção da torcida única para os clássicos entre ABC e América a serem realizados na atual temporada.

“É uma coisa que será analisada com calma, nós teremos reuniões com a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol – FNF, com o Tribunal de Justiça Desportiva – TJD e com a Polícia Militar novamente e estamos instaurando um procedimento para apurar essa situação e logicamente que a gente vai analisar”, comentou o promotor Público Eduardo Marinho, responsável pela aplicação do Estatuto do Torcedor no Estado,em entrevista à Tribuna do Norte. “O que eu posso adiantar é que a PM tem dado todo o apoio de segurança, mas chega o momento que a gente tem que refletir se estamos no caminho certo”, complementa.

O promotor observa que a quantidade de público, nos jogos com duas torcidas, tem diminuído. “Ou seja, até aquele discurso de que o torcedor estaria 'pagando' por uma decisão como esta de torcida única, não é bem assim. Talvez a gente esteja trocando um torcedor que está causando desordem por um que quer realmente ir torcer. Logicamente que é a minoria, mas se essa minoria está colocando em risco a maioria, nós temos que refletir, porque o interesse do clube, o interesse do torcedor pessoa física não pode ser acima do interesse primordial de proteção integral do torcedor e da coletividade”, concluiu Eduardo Marinho.

Na partida entre ABC x América, os problemas começaram já antes da ida das torcidas para o Frasqueirão. Na BR-101, cenas de agressão foram registradas e geraram tumulto no trânsito, com motoristas utilizando a contramão para fugir da briga. 

Com informações da Tribuna do Norte


Notícias mais lidas na semana.

PREFEITO FLAVIO DE BEROI DESARTICULA OPOSIÇÃO E INTERMEDIA APOIO DE LIDERANÇAS NOVA-CRUZENSES AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

AGRESTE: GRUPO POLÍTICO DE OPOSIÇÃO EM LAGOA D´ANTA DECLARA APOIO AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

ENFERMEIRA PERDE CONTROLE DO CARRO E MORRE EM ACIDENTE NA BR-101, NA GRANDE NATAL

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA