11 CIDADES DO RN SUSPENDEM VACINAÇÃO CONTRA A COVID DE CRIANÇAS DE 3 A 5 ANOS POR FALTA DE CORONAVAC

Imagem
  Pelo menos 11 cidades do Rio Grande do Norte suspenderam a vacinação contra a Covid de crianças de 3 a 5 anos por falta de Coronavac. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). De acordo com a Sesap, não há previsão de chegada de mais doses da vacina. No dia 13 de julho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina em crianças de 3 a 5 anos. Antes disso, as crianças de 5 anos só podiam receber a vacina da Pfizer; as de 3 e 4 não podiam ser imunizadas. No RN, os municípios que suspenderam a vacinação são: Vera Cruz Montanhas Serra de São Bento Tibau do Sul Lajes Pintadas Lagoa de Velhos Senador Elói de Souza Jaçanã Japi Parnamirim No Rio Grande do Norte a vacinação de crianças de 3 a 5 anos começou no dia 18 de julho por Natal, Mossoró e Parnamirim. À época, a Sesap informou que o RN não tinha doses suficientes de CoronaVac para vacinação de crianças entre 3 e 5 anos de idades. G1 RN

COMBUSTÍVEL: PEC NO SENADO LIVRA R$ 17,7 BILHÕES DE REGRAS FISCAIS



A PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Combustíveis em tramitação no Senado autoriza o governo federal a excluir de regras fiscais até R$ 17,7 bilhões em despesas com auxílio a caminhoneiros, subsídio à gratuidade no transporte nas cidades e vale-gás.

O principal ponto do texto é a permissão para o governo federal, os governos estaduais e as prefeituras cortarem impostos sobre o diesel, o biodiesel, o gás de cozinha e a energia elétrica em 2022 e 2023, sem necessidade de compensar a renúncia de receita.

No mesmo período, a PEC institui um auxílio diesel de até R$ 1.200 para caminhoneiros autônomos, autoriza a União a repassar R$ 5 bilhões para o custeio de gratuidades para idosos no transporte coletivo e aumenta o vale-gás de 50% para 100% do valor do botijão.

Um trecho diz que esses subsídios não precisarão respeitar o teto de gastos e nem serão considerados para o cálculo do resultado primário –que é o saldo entre receitas e despesas do governo, sem contar o pagamento de juros da dívida. A previsão no Orçamento é de deficit de R$ 79,3 bilhões em 2022.

Também ficam dispensados de seguir a chamada regra de ouro, que proíbe o governo de se endividar para pagar despesas correntes.

A estimativa inicial do Ministério da Economia é que, se aprovada, a proposta custe R$ 100 bilhões anuais para a União.

Poder360

Notícias mais lidas na semana.

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL DIZ QUE CARTÃO DE CRÉDITO DEIXARÁ DE EXISTIR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO